O confronto entre Grêmio e Santos, na última quarta-feira (3), acabou com um sabor amargo para os gremistas. Entretanto, não foi apenas o resultado de 3 a 3 e a perda dos três pontos no último minuto que agitou os bastidores da equipe tricolor na partida diante do Peixe.

Na reta final da partida, o técnico Renato Portaluppi pediu ao auxiliar Alexandre Mendes acionar Pinares para que ele entrasse no jogo. Rapidamente, o preparador físico Márcio Meira foi até o meio-campista chileno, alertando-o de que ele iria entrar e então desse início à preparação física adequada.

Cesar Pinares, porém, recusou-se, em um primeiro momento, a entrar no jogo, ocasionando uma pequena discussão entre ele, o preparador físico e o auxiliar técnico Alexandre Mendes, que acabou sendo flagrada pela equipe de câmeras que acompanhava a partida.

O caso acabou repercutindo nas redes sociais, e Renato Portaluppi foi questionado na coletiva de imprensa.

Motivo para Pinares ter recusado entrar no Grêmio

Os motivos, num primeiro momento, não ficaram claros. Logo após, porém, o Grêmio informou que o jogador acabou sentindo um desconforto muscular durante o aquecimento para entrar na partida e, por conta disso, teria avisado ao preparador e então se recusado a entrar no jogo. A informação, porém, não chegou ao técnico Renato.

Na coletiva, o treinador do Grêmio prestou esclarecimentos iniciais sobre a ausência de Pinares no confronto. Quando questionado, Renato acabou se esquivando de uma razão mais concreta e expressou sua visão sobre o caso. "Quanto ao Pinares, ele ficou fora de uma partida que estava com dores musculares, treinos também", disse.

"De repente ficou com medo de arriscar, não estava com confiança", finalizou Renato, salientando que conversaria com seu auxiliar técnico para entender de maneira mais profunda o que realmente aconteceu no caso do chileno.

Grêmio diz que assunto Pinares está ultrapassado

Depois de informar sobre as dores musculares, Pinares treinou normalmente no CT Luiz Carvalho após integração com o restante do elenco.

De acordo com o clube, o assunto já é tido como "águas passadas" e superado, após uma conversa entre comissão e jogador.

A apuração do portal Globoesporte apontou que o jogador já participou das atividades normalmente e treinou com o restante do grupo, na preparação para enfrentar o Botafogo. Ainda na manhã de sábado (6), o Grêmio treina antes de viajar para o Rio de Janeiro.

O vice de futebol, Paulo Luz, afirmou que o assunto Pinares já está encerrado. Segundo o dirigente, não foi confirmada qualquer punição ou sanção internamente ao atleta pela postura de se recusar a atuar no jogo diante do Santos. Contudo, o chileno deve ficar de fora do time titular que enfrenta o Botafogo.

Siga a página Grêmio
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!