Com o final da temporada de 2020 se encerrando, o Grêmio já se prepara para uma exaustiva temporada de 2021. O calendário corrido e aperto impede uma preparação dos sonhos e grandes mudanças são prometidas dentro do clube para o ano, uma vez que a avaliação interna constatou um 2020 "constrangedor", nas próprias palavras do presidente, principalmente no Campeonato Brasileiro.

A Copa do Brasil pode salvar o Grêmio em vários sentidos. Além do título de hexacampeão e também do dinheiro da premiação, o Tricolor gaúcho ainda ganharia uma "folga", já que estaria livre da pré-Libertadores, que terá início já no mês de março.

Pensando já no pior dos cenários em que precisará apressar as mudanças, o Grêmio corre para promover um grande pacote de mudanças para a temporada de 2021, e muita coisa deve mudar no clube, seja dentro, seja fora de campo.

Renato Portaluppi fica no Grêmio

Apesar das várias especulações envolvendo uma possível saída de Renato Portaluppi do Grêmio, ao que tudo indica o treinador deve realmente permanecer na casamata tricolor. Apenas acertos burocráticos separam a permanência de Renato por mais um ano no tricolor. Em setembro, vale destacar, o técnico completará cinco anos de clube, um feito significativo, tratando-se do país.

Contudo, a permanência de Renato está condicionada a alguns acordos particulares do técnico com a diretoria e vice e versa.

Isso porque, segundo informações do jornalista Alex Bagé, o Grêmio, sob liderança de Romildo Bolzan, deve promover um pacote de mudanças no clube para a próxima temporada.

Mudança na preparação física do Grêmio

A primeira grande mudança é a preparação física. Alvo de críticas ao longo do ano, Márcio Meira já foi comunicado que não permanecerá no Grêmio para o próximo ano.

O Grêmio, inclusive, já está no mercado e busca nomes experientes para o cargo. Recentemente, foi sondado o nome de Fábio Mahseridjian, atualmente chefe da preparação física da Confederação Brasileira de Futebol.

Grêmio cobra Renato para usar mais a base

Renato fez um pedido à diretoria: quer fazedores de gol. "A gente precisa buscar jogadores que sabem fazer gols.

Temos pouquíssimos jogadores que sabem fazer gols", disse Renato em entrevista coletiva. Contudo, na contramão, o presidente Romildo também fez um pedido ao treinador, exigindo um uso mais recorrente da base. Por conta disso, o Grêmio não deve trazer jogadores para "completar elenco", mas sim utilizar os jovens da base como reposição no time titular.

Diretor-executivo deve chegar

O Grêmio ainda deve contratar um executivo de futebol para se dedicar exclusivamente às contratações. Desde a saída de Klauss Câmara o Grêmio tem Paulo Luz executando a função. Contudo, o dirigente não está integralmente dedicado à função, e deve ganhar uma companhia que esteja mais alinhado a Renato e trabalhe junto ao treinador tricolor.

Siga a página Grêmio
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!