O Grêmio ainda não anunciou formalmente um reforço para a temporada de 2021. Contudo, nomes, a todo o momento, são especulados na Arena. Jogadores de peso, inclusive, acabaram sendo colocados como prioridades dentro do Grêmio, enquanto outros protagonizam uma disputa ferrenha entre treinador e o presidente.

No Grêmio, a paciência segue para a contratação de reforços. Sem a pretensão de fazer loucuras, o Grêmio, porém, sabe que precisará abrir a carteira para contratar nomes de peso para a temporada. Os recentes nomes vinculados ao clube mostram uma pretensão alta do Tricolor, porém também uma necessidade de elevado investimento.

Rafinha descartado pelo presidente, mas insistido por Renato

O lateral-direito Rafinha já foi descartado formalmente pelo presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, mas segundo o jornalista Vagner Martins, que cobre diariamente o Tricolor, o nome do jogador gerou uma queda de braço entre o presidente o técnico Renato Portaluppi.

Em entrevista minutos antes do confronto entre Grêmio e São José no Passo D'Areia, Romildo comentou a suposta negociação. "Nunca admiti o negócio. Pode surgir daqui ou dali, mas da minha parte, não. Sinceramente, não vejo perspectiva de contratação deste jogador", disse o presidente.

Contudo, Renato parece querer a todo o custo o jogador. E o preço pelo lateral baixou, principalmente após as negociações com o Flamengo não avançarem.

Num primeiro momento, o staff de Rafinha informou que o jogador pedia um salário de R$ 600 mil mensais, mais o adicional de luvas pela assinatura de contrato, com valor aproximado de R$ 3 milhões a R$ 4 milhões.

Grêmio mantém atenção a Douglas Costa

De acordo com Vagner Martins, Douglas Costa estaria muito próximo de um acerto com o Grêmio.

Contudo, o entrave principal seria a necessidade de uma última grande venda do jogador no mercado europeu. Tanto a Juventus, como os empresários do atleta, almejam esta venda como a consolidação do aporte financeiro do atleta.

Entretanto, a Juventus aceitaria um empréstimo, segundo o jornalista. A opção de compra com o passe fixado ou valores pagos pelo Grêmio à equipe italiana também estaria sendo cogitados.

Ou seja, para ter Douglas Costa, o Grêmio teria que investir um alto valor, mesmo que o atacante viesse por empréstimo junto à Vecchia Signora.

Borré recusa o Grêmio

Outro nome que se falou muito nos últimos dias foi o de Borré, do River Plate. O atacante está em reta final de contrato com a equipe argentina e teria recebido uma proposta do Grêmio, segundo o jornalista Jorge Nicola.

O jornalista informou que o Grêmio entrou no páreo pelo jogador, oferecendo um salário de US$ 1,5 milhão por (cerca de R$ 680 mil por mês) ao jogador, além do pagamento de US$ 4 milhões (cerca de R$ 22 milhões) em luvas pelo atleta, bem como um contrato até 2024. O próprio Nicola informou que Borré declinou do negócio e não aceitou as condições propostas pelo Grêmio.

Siga a página Grêmio
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!