O Grêmio segue sua movimentação habitual nos bastidores trabalhando a equipe e modificando peças importantes dentro do elenco. Com a ideia de aproveitamento das categorias de base e contratações apenas pontuais de novos jogadores, a ideia interna no clube é o de rejuvenescer o elenco e abrir espaço para a competitividade entre as jovens promessas.

Com isso, uma lista de dispensáveis já foi preparada desde o período que Renato Portaluppi ainda estava no clube. Contudo, as dificuldades para encontrar novos rumos para alguns jogadores se mantêm, e o Grêmio tem mais um problema neste início de temporada para além da busca de um novo comandante da casamata.

Grêmio busca clubes interessados

Enquanto o Grêmio trabalha nos bastidores buscando os novos rumos da temporada, o clube segue focado em reformular o elenco após o caótico início de ano. O início frenético desde março, sem pré-temporada ou tempo hábil para contratar abalou as estruturas do clube, que agora troca a roda com o carro andando.

Entretanto, o Grêmio tem feito a reformulação no seu elenco aos poucos. Desde o início da temporada, o goleiro Júlio César e Robinho tiveram seus vínculos encerrados, enquanto Vanderlei e David Braz rescindiram seus contratos e foram para Vasco da Gama e Fluminense, respectivamente. Lucas Araújo, por sua vez, foi repassado ao Bahia, com o Grêmio mantendo um percentual.

Por fim, Thaciano e Isaque acabaram emprestados, respectivamente para Bahia e Fortaleza.

O Grêmio, no entanto, segue com uma lista recheada de jogadores que podem deixar o clube. Entre eles estão o goleiro Paulo Victor, o lateral Victor Ferraz, o volante Michel e o atacante Éverton Cardoso. Além dos quatro jogadores, o centroavante Diego Churín também é cotado para deixar o clube como moeda de troca.

Na avaliação interna, segundo revelou a reportagem da GaúchaZH, assinada pelo jornalista André Silva, o argentino não aprovou e uma saída é vista com bons olhos para dar mais espaço a Ricardinho, que vem em uma crescente. As saídas dos jogadores é vista como uma forma de aliviar a folha salarial do Grêmio e seguir com o investimento nas categorias de base do clube.

Grêmio prioriza base

Na atual temporada, o Grêmio tem passado por uma grande reformulação, promovendo vários nomes jovens ao time principal. Entre eles estão os goleiros Adriel e Gabriel Chapecó, os zagueiros Emanuel e Heitor, além de Ruan, que se consolidou como o terceiro nome junto a Kannemann e Geromel, o lateral-esquerdo Vitinho, bem como a ascensão de Vanderson, além dos volantes Fernando Henrique e Victor Bobsin, como também do meia Pedro Lucas. No ataque, nomes como Ricardinho, Elias Manoel, Gui Azevedo e Léo Pereira mostram que querem espaço na equipe para a temporada de 2021.

Grêmio deve trazer jogadores experientes, mas preza por cautela

O Grêmio, diferentemente do que anunciou no início da temporada, deve ser modesto nas contratações.

A chegada de Rafinha agradou pelo perfil do jogador e Thiago Santos era visto como camisa 5 que faltava ao clube. Além da dupla, voltaram de empréstimo o atacante Léo Chú e o lateral-direito Felipe Albuquerque. Este último, porém, recebeu proposta da Ponte Preta e deve atuar na equipe de Campinas na temporada.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Grêmio
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!