O Grêmio voltou ao mercado da bola pronto para fazer novas aquisições que somem ao elenco. Contudo, o clube está dando passos com cautela, pois sabe que não pode fazer grandes investimentos. A queda precoce na Libertadores foi um verdadeiro choque na diretoria, elenco e no orçamento do clube.

Por isso, o Grêmio trabalho pensando em reforços de ocasião, cogitando jogadores sem contrato ou ainda prestes a encerrar seus vínculos com outras equipes. No entanto, a chegada de reforços também depende de um alívio na folha salarial do clube, em especial a saída de um trio de jogadores que não devem ser aproveitados no ano e já foram liberados para procurar outro clube.

São eles o goleiro Paulo Victor, o lateral-direito Victor Ferraz e o atacante Everton Cardoso. O alto salário, porém, breca negociações e possíveis interessados.

Grêmio pretende negociar trio

O Grêmio já conseguiu arrumar um clube para David Braz e Vanderlei, dois nomes que estavam previamente descartados para a temporada de 2021. A dupla teve como destino o Rio de Janeiro. Vanderlei atua no momento pelo Vasco da Gama, enquanto David Braz acertou com o Fluminense.

Contudo, o Grêmio ainda pretende negociar Victor Ferraz, Everton Cardoso e Paulo Victor. O trio não aprovou e é visto como disponível no mercado atualmente. Os altos vencimentos recebidos em Porto Alegre acabam emperrando negociações, inclusive do próprio Grêmio, que atrela a chegada de reforços à saída dos jogadores.

Conforme a reportagem da Gaúcha ZH, o trio custa em torno de R$ 800 mil ao Grêmio mensalmente. Considerado um valor excessivamente alto, visto que os três não devem ser aproveitados por Tiago Nunes na temporada. Além deles, o Grêmio também busca um negócio pelo volante Michel, encostado no clube desde que retornou de empréstimo ao Fortaleza, onde pouco jogou.

Grêmio terá reforços, mas sem lotar aeroporto

Reforços virão e isso é uma certeza. Entretanto, o Grêmio trabalha com cautela e vasculha o mercado atrás de nomes de qualidade e que não custem um alto preço. De acordo com o próprio vice-presidente do Grêmio, Marcos Herrmann, em entrevista coletiva de sua apresentação, garantiu que não há preocupação se o jogador será renome mundial ou não.

“Não me preocupo de encher o aeroporto de torcedores, mas em dois ou três meses depois (o jogador) ser aplaudido”, disse Herrmann.

O Grêmio aguarda uma avaliação inicial de Tiago Nunes sobre o elenco antes de ir às compras. O Tricolor planeja um investimento maior nas categorias de base, que devem ser melhor aproveitadas neste ano de transição no clube. Após a avaliação do novo treinador, o Grêmio irá ao mercado para preencher as lacunas do time titular avaliadas por Tiago.

Siga a página Futebol
Seguir
Siga a página Grêmio
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!