Suzana Richthofen diz que é uma pessoa comum e que está pagando pelo crime que cometeu. Com 31 anos de idade, ela diz que quer recomeçar sua vida. Ela está presa, trabalha dentro da cadeia e diz que gosta de ler muitos livros. Ela mandou seu namorado matar seus pais, e agora surpreende o mundo se casando com uma mulher. Sandra Regina é a nova companheira de Suzana, a mulher que tem a vida contrária de Suzana e que nasceu no interior.

Suzana conheceu seu ex-namorado com 19 anos. Ela gostou de Daniel e começou a namorar com ele. Ela estudava numa universidade e ele fazia curso. Com o tempo, os pais de Suzana ficaram incomodados com o rapaz, porque perceberam que Daniel não era uma boa companhia para sua filha e não tinha boa conduta.

O casal estava apaixonado e não desgrudavam. Ela faltava as aulas e mentia para seus país. A situação se agravou quando os pais de Suzana proibiram seu namoro. As brigas na família eram frequentes e os pais de Suzana não aprovavam o namoro, mas mesmo assim ela não deixava o namorado. Revoltados com a proibição do namoro, eles planejaram e executaram o crime dentro da mansão.

Suzana deu cobertura para os irmãos Cravinhos, que assassinaram seus pais dentro da mansão. A polícia começou a investigar o caso e encontrou provas que incriminavam o casal. Suzana e os irmãos Cravinhos acabaram sendo presos. Depois de algum tempo, o amor do casal acabou e começaram as acusações entre eles.

Suzana está presa e tem agora um bom comportamento. Ela surpreendeu o mundo com a notícia de seu casamento dentro da cadeia.

Os melhores vídeos do dia

Ao contrário de Suzana, Sandra Regina não gostava de estudar nem de trabalhar, morando no interior da Grande São Paulo, com a mãe e o padrasto. Sandra bebia muito e arrumava confusão.

As duas têm a mesma idade e se conheceram na cadeia de Tremembé, tendo aí se apaixonarado. Suzana ganhou o direito do regime semiaberto, mas não quis deixar sua nova companheira sozinha. Ela assinou um documento que autoriza as duas a morar juntas na mesma cela.