Se você é mulher e sofre com aqueles pelinhos inconvenientes no rosto e/ou pescoço, sabe que o sofrimento também acontece na hora de retirá-los. Principalmente por quem opta pelos procedimentos de depilação com cera (quente ou fria) e pelo arranque com a pinça convencional. Há também que faça uso dos cremes depilatórios e até da linha (técnica de depilação temporária que utiliza um fio de 100% algodão entrelaçando o pelo).

Mas hoje em dia, a história já é outra! A moda mesmo é se depilar com a famosa lâmina de barbear.

A técnica, que antes era somente masculina e que sempre foi acompanhada do preconceito com relação ao uso pelas mulheres, agora é vista com outros olhos. Já existem no mercado aparelhos criados exclusivamente para o rosto da mulher, com lâminas mais delicadas quanto ao formato. A anatomia desses aparelhos também é diferente, mais "feminina". Além disso, eles vêm com pentes capazes de apararem os pelos da sobrancelha.

O fato é que muitas mulheres já aderiram a esse método e a garantia é de que a pele "barbeada" fica mais lisa e bonita, já que essas lâminas não retiram a camada superficial da pele (diferentemente das depilações mecânicas que acarretam mais rugas no futuro).

Além disso, elas fazem uma leve exfoliação, o que remove as células mortas, e, ao longo do tempo, estimula a produção de colágeno (proteína que dá firmeza à pele).

A primeira pergunta que se faz com relação à depilação com lâmina é: "o pelo não cresce mais grosso?" As adeptas garantem que não! Elas falamque não há diferença nenhuma na espessura dos pelos (eles não ficam nem mais grossos, nem mais finos), porém a quantidade de vezes que é preciso retirá-los é maior que nas demais técnicas (três vezes por semana, em média).

As mulheres que têm tal costume ainda afirmam que as vantagens continuam na hora de se maquiar, pois a pele está mais lisa e a falta dos pelinhos ajuda na fixação dos produtos e no acabamento final da maquiagem.

A técnica tem sido recomendada pela maioria dos especialistas no assunto.Além disso, vamos combinar que esse processo sai mais barato, é mais rápido que os demais e é indolor.

E então, vai aderir a essa onda?

Siga a página Tendências
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!