O corpo docente das escolas da rede pública do estado do Ceará começou suas paralisações nesta segunda-feira (25) - na última quarta-feira (20), a paralisação foi aprovada em assembleia por tempo indefinido. Os professores reivindicam o reajuste de 12,67% no salário, prometido à categoria desde o dia 1º de janeiro de 2016 e que até está data não foi cumprido, entre outros itens. O Governo tenta resolver até junho o reajuste para a categoria.

A assembleia geral com os professores foi realizada na última quarta­-feira,20, no Ginásio Esportivo no bairro de Parangaba.

A greve começou depois do cumprimento do prazo legal de 72 horas depois do comunicado oficial da decisão final dos professores ao Governo do Estado.

Nesta segunda-feira, 25, Reginaldo Pinheiro, o vice-presidente do sindicato, fez uma visita à escola Jenny Gomes, em Fortaleza, para conversar com professores e alunos. Reginaldo Pinheiro fará visitas como esta, que estão marcadas para esta terça-feira, 26, e na quarta-feira, 27. Os encontros com a categoria na capital e no interior, para tratar da greve, estão previstos para esta quinta-feira, 28, em frente ao Palácio da Abolição.

A Secretaria de Educação do Estado do Ceará (Seduc) informouque está permanentemente em diálogocom os representantes dos professores e que vai divulgar uma decisão até o dia 6 de junho. A Secretaria de Educação afirma que mostrou várias medidas a serem colocadas empauta, que também inclui a convocação dos professores aprovados no último concurso em 2013.

O Fórum Unificado das Associações e Sindicatos dos Servidores Públicos Estaduais do Ceará (Fuaspec) realizounesta manhã de segunda-feira, 25, às 9h, no Palácio da Abolição, umaassembleia que decidiu pela continuação da greve dos servidores públicos do estado do Ceará.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Governo Educação

Entre as reivindicações, o Fuaspec apresentou medidastécnicas nas quaisé possível aumentar a arrecadação do estado sem aumentar os impostos. O Ceará apresentou um dos melhores desempenhos fiscais do Nordeste, ficando em 3º lugar. O Ceará foi o estado que mais investiu no Brasil em 2015, com R$ 2,4 bilhões.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo