Em palco, Selena Gomez rasgou um papel de um fã onde pedia que a cantora casasse com Justin Bieber, demonstrando uma enorme frustração e raiva. Tal como informa o jornal inglês “Daily Mail”, a cantora, durante o seu show, não gostou de ver o nome de Justin Bieber tão perto de si, tomando a iniciativa de eliminar o pedido do fã com as próprias mãos, algo que nunca aconteceu no passado. Nas redes sociais, muitos fãs aproveitaram o momento para atacar a cantora, garantindo que ela não merece que Justin esteja ainda perdidamente apaixonado pela ex-namorada.

Apesar dos encontros dos últimos meses e de estarem constantemente falando por mensagens de celular, a verdade é que Selena Gomez nem quer sequer imaginar um pedido de casamento de Justin Bieber, demonstrando em público que o nome do cantor, nem que seja proferido por um fã, ainda afeta muito a cantora, que está tentando com a sua turnê esquecer, de uma vez por todas, o Justin.

Por isso mesmo, Selena Gomez demonstrou no seu último show que não pretende que mais nenhum fã a relembre de Justin Bieber, não se sabendo ainda ao certo o porquê dessa reação tão drástica para com uma das pessoas que mais apoia diariamente a cantora. Tal como informa o site “Hollywood Life”, o fã acabou por conseguir recuperar o papel que foi arrancado pela cantora durante o show, mostrando nas redes sociais a força com que Selena Gomez agarrou e atirou a vontade de um fã de ela aceitar casa com Justin Bieber.

Quanto ao cantor canadense, o artista tem também tentado esquecer todos os problemas pessoais ao lado dos seus amigos mais chegados, especialmente de Chris Brown, mas também graças à enorme turnê mundial que vai fazer com que o cantor fique longe de Selena Gomez durante largos meses.

Os melhores vídeos do dia

Ainda assim, várias noticias garantem que Justin Bieber simplesmente não consegue passar um dia sem se comunicar com a amada, mesmo que ela durante a noite tenha atitudes chocantes em público, que acabam magoando os sentimento do cantor, que parece estar mais frágil do que nunca na última semana.