Ao conversar com alguns amigos, você pode acabar percebendo que sua frequência sexual é menos ativa que a de algumas pessoas.

Será que isso é um problema para você? Será que significa que você não anda satisfatoriamente vivendo a vida sexual normal?

Para entender melhor isso, a psicóloga clínica e psicoterapeuta, Valéria Cavallari em matéria do site Dicas de Mulher, explica que "uma mulher pode ter altos e baixos durante a vida, com relação ao tanto de vezes que tem relações sexuais. Isso depende muito do parceiro".Se a relação conjugal não anda bem, obviamente que a relação sexual também não estará.

Ou seja, existe uma relação entre o "sexo e a vida conjugal".

Ainda existem dois tipos de fatores que podem influenciar na quantidade de relações sexuais do indivíduo: a idade, e o Relacionamento. Por exemplo,as mulheres que são solteiras, têm uma vida sexual muito menos ativa que as casadas. A idade também diminui a frequência. Quanto mais idade uma pessoa tiver, a tendência é diminuir o ato sexual.

A Drª. Cristiane M. Maluf Martin, que é psicanalista especialista em Terapia de Casais, ao siteDicasde Mulher, relata que as relações íntimas tendem a cair com os anos de vida. Fatores como a queda de hormônios, ou até mesmo questões psicológicas. 70% das mulheres sentem sentimentos de rejeição, preocupação excessiva com os filhos, e até mesmo a perda da vaidade, e como consequência desanima na parte sexual.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Relacionamento Curiosidades

Mas afinal, quanto de sexo é suficiente para uma pessoa?

De acordo com uma pesquisa feita por pesquisadores da Universidade Carnegie Mellon, nos Estados Unidos, em matéria ao site Meionorte, chegou a conclusão quenão existe uma quantidade de sexo suficiente para as mulheres, ou para os homens para ser satisfatória.O que na verdade importa é a qualidade do sexo, para deixar satisfatório uma pessoa.Se o relacionamento estiver satisfatório, a necessidade de fazer mais sexo será muito maior que o casal que está com uma relação em conflito.

O importante é respeitar os desejos, pois fazer sexo por obrigação, ou por achar que tem uma quantidade semanal, pode acabar fazendo com que a pessoa tenhaum Comportamento nocivo, e muito prejudicial.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo