A pequena cidade de São Roque, a cerca de 60 quilômetros de distância de São Paulo sediará de 1º de setembro a 1º de outubro, o 1º Festival Enogastronômico. A iniciativa promete agitar a região. Vários restaurantes se uniram para criar pratos que usem o Vinho produzido localmente. O mais bem avaliado será nomeado “Prato de São Roque” até a próxima edição do festival. A votação será feita pelo próprio público.

Festival quer incentivar a gastronomia local

Cada visitante receberá um cupom no Ponto de Informação Turística com os cinco critérios de avaliação: apresentação, cor, aroma, sabor e originalidade.

Também haverá cupons nos estabelecimentos. Vale lembrar que todos os pratos devem ter vinho como um dos ingredientes. Quem experimentar mais da metade das receitas servidas no evento vai ganhar um brinde especial. Todos os pratos têm preço único de R$ 50,00. Os restaurantes participantes são: Sabor Du Chef, Cantina da Tia Lina, Bene Frutos do Mar, Bolinhas, Villa Don Patto, Deodoro e Parrilla de La Montaña.

Turismo para todas as idades

A cidade de São Roque foi fundada em 16 de agosto de 1657, pelo capitão paulista Pedro Vaz de Barros, conhecido como Vaz Guaçu. O nome vem da devoção ao santo. Mas foi apenas em 1864 que São Roque recebeu status de cidade. Em 1990, o município se tornou Estância Turística.

A economia local é diversificada com atividades no segmento industrial, agrícola, comercial e na área de serviços. Em meados do século XVII, o fundador da cidade decidiu investir na plantação de uvas e na produção de vinhos. Imigrantes italianos e portugueses passaram a plantar nas encostas. Aos poucos, a vinicultura e a vitivinicultura cresceram e se tornaram conhecida na região.

Hoje o Roteiro do Vinho reúne vinícolas, restaurantes, hotéis, pousadas, adegas com muita informação e degustação. Tudo isso em plena área preservada de Mata Atlântica.

São Roque é considerado um refúgio para os moradores de São Paulo e outras cidades do interior. O Roteiro do Vinho - formado pela Estrada do Vinho, Estrada dos Venâncios e Rodovia Quintino de Lima Estrada do Vinho -, a pista de esqui do Ski Mountain Park, passeios às vinícolas e fazendas e trilhas ecológicas são algumas das atividades que atraem turistas o ano todo.

Há ainda visitas às produções de vinho, vodka e cachaça. Sua proximidade com a capital paulista e o acesso fácil às rodovias Raposo Tavares e Castello Branco facilitaram o desenvolvimento do Turismo rural, ecológico, cultural, de aventura e religioso.

Siga a página Turismo
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!