Os pangolins são criaturas dóceis e solitárias, costumam carregar seus filhotes na cauda com intenção de protegê-los. Essa cauda elástica também serve para se prender aos galhos das árvores ou para alcançar as presas no fundo do formigueiro. O pangolim não tem dentes e se alimenta basicamente de formigas. Ele tem a língua comprida e viscosa, o que facilita a captura de formigas. É muito parecido com o tamanduá, porém seu corpo é coberto de escamas e quando se sente ameaçado enrola-se no próprio corpo.

Pangolim vem do malaio (pangulang) "Animal que se enrola" - Pholidota "Coberto de escamas".

Os pangolins, que antes eram muito comuns na Ásia, agora estão ameaçados de extinção. Atualmente são os Animais mais traficados do mundo, segundo alertam ambientalistas. Eles correm sérios riscos de extinção, pois sua carne deliciosa é servida em grandes banquetes por toda a Ásia. Suas escamas também são bastante valiosas, elas são traficadas para se fazer afrodisíacos.

Os países que mais traficam esses animais são China e Vietnã. Cerca de 100 mil são retirados de seu meio natural por ano para servir o apetite voraz dos asiáticos que apreciam bastante o sabor da carne e afirmam que as escamas têm poderes medicinais. Produtos feitos com escamas de pangolim são vendidos em qualquer farmácia e dizem que curam tudo, do câncer à acne, até falta de leite materno.

Nos restaurantes, vende-se carne de pangolim por US$250 o kg (R$687) e quem consome é a elite vietnamita para mostrar seu status ou para celebrar um grande negócio.

O pangolim tem sido personagem constante na TV, como a série Pokémon com os personagens (Pokémon Sandslash) e no Animal Planet, no bloco "Fato ou Ficção" do programa "Criaturas Esquisitas" ele também dá o ar de sua graça.

Os chineses e os indianos apelidaram o pangolim de "Peixe da Floresta" por sua aparência muita esquisita para um mamífero. Eles vivem cerca de 20 anos e existem somente 7 espécies no mundo, 4 estão na África e 3 na Asia e todos são parecidos em hábitos e costumes.
Siga a página Curiosidades
Seguir
Siga a página Natureza
Seguir
Siga a página Animais
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!