Alexander McCracker é um ex-policial obsessivo-compulsivo por erotismo com crianças. O homem pretendia que a namorada tivesse um filho para que ele e outros pedófilos pudessem ter relações íntimas com a criança. Não foi divulgado se essa criança também seria filho dele ou de Sharon Campbell com outro homem. Tudo indica que a criança seria seu filho.

A polícia invadiu a casa de Alexander em janeiro do ano passado, apreendendo centenas de fotografias obscenas envolvendo crianças, do qual ele distribuía para outros pedófilos na internet. Na última terça feira (24), o tribunal expôs a obsessão de Alexander em executar atos íntimos com crianças.

As fotos apreendidas totalizaram 551 imagens obscenas de crianças, a maioria delas envolvendo recém-nascidos, bebês e crianças de até oito anos de idade. As imagens não puderam ser divulgadas por serem muito fortes e chocantes. No computador de Alexander também foram encontradas fotos de adultos durante relações sexuais com cavalos e cães.

Tanto McCracker quanto Sharon foram presos. O casal admitiu as acusações de possuírem imagens pornográficas de menores, porém Sharon encerrou o relacionamento com Alexander e tem colaborado com a polícia para a realização de investigações.

A polícia encontrou trechos de conversas do casal através do Yahoo Messenger, em que falam para outros pedófilos sobre conceber uma criança para abusar sexualmente. A polícia também encontrou os bate-papos de Alexander com outros pedófilos, inclusive enviando as fotos apreendidas para eles.

Os melhores vídeos do dia

Sharon cuidava de idosos em um asilo antes de ser presa. Atualmente, ela está desempregada e seu advogado informou que ela e Alexander não possuem mais contato algum. Além disso, informou que ela se sente mal com as acusações de ter um filho para fins pedófilos.

Alexander é pai de um menino de dez anos do qual não tem contato há muito tempo. Atualmente, está com trinta e cinco anos e em um passado não muito distante foi policial em Strathclyde, no Reino Unido, durante nove anos. O tribunal emitirá a sentença no próximo mês. #Justiça #Crime