O Papa Francisco tem se destacado no cenário mundial por suasimplicidade e pela luta por paz no mundo. Em seu discurso pascoal ele voltou apedir paz: “Pedimos por paz e liberdade para muitos homens e mulheres sujeitosa antigas e novas formas de escravidão por parte de grupos ou indivíduoscriminosos” disse o pontífice. O Papa continuou dizendo que “Paz e liberdadepara as vítimas de traficantes de drogas, que muitas vezes estão aliados com ospoderes que deveriam defender a paz e a harmonia na família.

Pedimos por pazpara este mundo sujeito a traficantes de armas”.

Porém o destaque de seu discurso foi o fato de chamar aatenção do mundo para a perseguição que cristãos estão sofrendo em váriaspartes do mundo. O Papa disse: "Pedimos a Jesus [...] que alivie o sofrimentode tantos irmãos e irmãs perseguidos por causa de seu nome, assim como de todosque padecem injustamente pelas consequências dos conflitos e violência"

Ele mencionou o ataque no Quênia, na Universidade Garissa,onde 148 pessoas morreram em um ataque do Al- Shabab, grupo terrorista que querseparar cristãos dos mulçumanos.

O Papa afirmou que tem orado pelos jovensvítimas deste ataque.

Na sexta (3) o Papa já havia feito referencia ao silêncio domundo para a morte de cristãos por parte do grupo terrorista que seautodenomina Estado Islâmico. Ele chamou este silêncio de “silêncio cúmplice”.

O Papa também chamou a atenção para a Síria e o Iraque e fezuma exigência a comunidade internacional: que aja em relação ao que chamou de “tragédia humanitária” nos dois países. É bom que um líder de prestígio internacional faça ouvir suavoz em defesa dos cristãos que estão morrendo simplesmente por não abandonar asua fé.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Religião

 O Papa também falou do acordo nuclear iraniano, e expressouesperança em um mundo mais seguro após este acordo. A verdade, porém, é que atensão aumenta a cada dia naquela região do planeta e esperança é o que resta. O que Israel vai fazer de agora em diante não se sabe, mas espera-se quereine o bom senso e Israel não se ponha a fazer armas nucleares, se é que jánão tenha feito, e coloque o mundo em estado de terror. Já dizia Jesus no seu sermãoprofético: “homens desmaiando de terror, pela expectativa das coisas quesobrevirão ao mundo”.

É esperar e orar.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo