Mais uma notícia bizarra vinda da China chegou à redação da Blasting News Brasil. Acidentes acontecem, mas negar socorro à vítima é uma infração grave e considerada homicídio doloso em muitos casos. Imagine só se o atropelado é um parente que você não reconheceu? Foi isso que aconteceu a Xiong Ku, que atropelou duas mulheres desceu a mão no acelerador de sua moto. Logo após, ele descobriu que uma das senhoras era sua mãe. O acidente aconteceu na cidade de Daye, na província de Hubei, #China. A vítima morreu no local do acidente.

Em depoimento à polícia. motociclista ficou em pânico na hora do acidente e não sabia o que fazer senão correr ainda mais para sair do local.

A mulher que ele não quis ajudar estava em estado grave, mas o homem declara que não tinha noção disso. Xiong Ku acompanhava uma criança de 10 anos  na moto. Ele justificou que não teria ajudado ligando para a emergência porque ela já teria que fazer isso. 

Xiong, 45 anos de idade insistiu para que o menino que subisse no veículo novamente com ele e arrancou do local. Ao receber um telefonema em sua casa, o chinês estranhou, pois esperava ser cobrado pelo acidente. Pelo contrário, a polícia informou que uma idosa morreu no local, era sua mãe. Porém, o motociclista não-identificado fugiu imediatamente.

Em choque, Xiong confessou à polícia que ele era o homem misterioso no dia seguinte ao acidente fatal. Segundo a polícia local, a versão foi confirmada por pessoas que passavam na região, que assustadas tentaram prestar socorro às senhoras.

Os melhores vídeos do dia

As informações são do site de notícias Mirror. 

De acordo com o porta-voz da polícia chinesa, o policial Jian Hu, a descrição do motoqueiro dado por testemunhas foi crucial para identificar o culpado do atropelamento. O acidente pode ter ocorrido por conta da baixa iluminação da estrada. O policial também acredita que a velocidade em que o homem pilotava pode ser um dos fatores que causou a tragédia. 

Quando as equipes de resgates acessaram o local do ocorrido, viram que as vítimas já tinham falecido. As buscas pelo culpado acabaram quando, no dia seguinte, ele se entregou. Xiong aguarda julgamento, preso. #Entretenimento #Curiosidades