Nesta terça -feira (26), o presidente dos Estados Unidos convocou uma reunião entre diversos líderes para discutir a epidemia Zika Vírus ,transmitida pelo mosquito Aedes aegypti (que também transmite dengue, chikungunia e febre amarela) e que já atingiu 55 países, com 270 casos confirmados somente no Brasil.

O líder teme que a doença se espalhe pelo pais, onde foram confirmados dois casos, um em Nova York e outro no Havaí, e aconselha as mães a adiarem suas vistas as cidades brasileira, além de junto aos seus assessores de saúde providenciar a rápida produção de uma vacina invasiva que estaria pronta em por volta de 3 a 4 anos.

Os gráficos revelam que desde 14 de novembro de 2015 os casos confirmados e suspeitas evoluíram de 339 a 3.718, fora a possível relação que teria com a má formação cerebral de fetos (microcefalia), que atingiu 270 casos confirmados no Brasil, e que tem como consequências deficiências mentais, limitações na fala audição e movimentos, ou até a morte, e fisicamente a parte inferior e superior da cabeça com medidas desproporcionais .

Ainda que a relação do Zika com a microcefalia não seja certa, já foi comprovado recentemente que existe sim a possibilidade da transição da doença entre a mãe e o feto, levantando então essa suspeita. Enquanto a vacina não está disponível, as autoridades do Brasil, como líderes e militares, prometem novas campanhas encorajadoras e aconselham a todos que não deixem água parada.

Os melhores vídeos do dia

Inclusive, outro projeto de combate ao mosquito também será feito, em que pretendem entregar panfletos com informações valiosas sobre limpeza e cuidado correto com locais de possível acúmulo de água. Também pretendem realizar mutirões de limpeza, inspeções e visitas preventivas, com a esperança de os casos registrados de doenças relacionadas com o mosquito enfim diminuam.

O ministro da saúde declarou neste dia 27 que a guerra contra o mosquito está sendo perdida, mas Dilma rebateu dizendo que :"Não a batalha não esta perdida, não. O que ele disse é que se nós não nos unirmos e se a população não participar, nos perderemos essa guerra". E assim esperamos que seja.