Adam Johnson foi condenado a seis anos de prisão. Na manhã desta quinta-feira (24), o tribunal comunicou, finalmente, a sentença do ex-jogador do Sunderland. O jogador inglês foi condenado por crimes sexuais contra uma menor de 15 anos. O caso aconteceu no ano passado e terminou agora, com Johnson ficando na cadeia nos próximos anos.

Durante o julgamento, o juiz já tinha avisado o jogador que ele não ia se livrar de um "bom tempo" na cadeia e se falou que a pena iria ficar entre os cinco e os dez anos. Apesar de o jogador já ter sido julgado como culpado, no início deste mês de março, por manter atividade sexual e aliciamento com uma fã do Sunderland, de apenas quinze anos, o juiz deu a ele a possibilidade de passar alguns dias em casa, para se despedir da filha.

Adam tem uma menina de treze meses, Ayla Sophia, que nasceu da relação de cinco anos com a ex-companheira, Stacey Flounders. 

Stacey ainda esteve do lado de Johnson no início do julgamento, mas acabou por comunicar o final da relação, por não aguentar saber de todas as traições que o jogador tinha cometido, enquanto ela estava grávida da bebê do casal. 

Nesta quarta-feira, a irmã de Adam Johnson, Faye, publicou no facebook uma imagem do irmão com a filha Ayla no colo. O craque estava se despedindo para aquilo que o esperava nesta quinta-feira. 

Johnson já tinha sido despedido do Sunderland e seu contrato com a Adidas foi cancelado. Agora, a pena de cadeia foi mesmo confirmada, e a carreira no futebol terá mesmo terminado, apesar de o jogador ainda poder recorrer da decisão desse tribunal. 

Vale relembrar que, na Inglaterra, a idade de consentimento para manter atividade sexual é de 16 anos.

Os melhores vídeos do dia

E o jogador de 28 anos teria mantido algum tipo de contato sexual com a menina de 15 anos. A garota era fã do Sunderland e tinha em Adam Johnson o seu ídolo de adolescência. O jogador teria aliciado a menina, se aproveitando do fato de ser jogador e famoso. Agora, o tribunal deixa um sério aviso que "ser famoso não dá direito a quebrar a lei". Apesar de ter uma bonita carreira na Premier League, Adam Johnson não ficou por cima da lei. 

O jogador confessou ter se encontrado com a menina por duas vezes, e na segunda, ele teria beijado de forma apaixonada e tocado as partes íntimas da garota.  #Justiça #Europa #Corrupção no futebol