Em seu editorial, a revista britânicaThe Economistcomenta que chegou o momento de Dilma deixar o cargo. Há inúmeros fatores que a revista coloca como motivo de sua reportagem. The Economist relata que Dilma agiu errado ao nomear o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro paraimpedir o curso da Justiça e que foi uma tentativa grosseira de ajudar alguém que está com sérios problemas criminais.

A publicação ainda diz que Dilma está sendo incapaz de governar e que a troca de governo seria a solução para o país. O editorial, com o título "Hora de ir", faz duras críticas à presidente petista, dizendo que seu governo está passando por cima do Estado de Direito. Por essa razão, a revista pede a renúncia de Dilma, pois seu governo já está "manchado" pela corrupção. A Economistsempre defendeu que apenas o povo e a justiça podem tirar Dilma do poder, mas depois da nomeação de Lula para ministro, a revista mudoua sua percepção pedindo a saída da presidente para que o Brasil possa buscar um novo caminho.

Pedido de Impeachment

A publicação ressalta queo pedido de Impeachment da presidente pelas pedaladas fiscais segue um pouco injustificável. A revista afirma que para acontecer o impeachment, é necessário alguns passos. Em primeiro lugar, tem que ser apontadoque Dilma obstruiu a justiça nas investigações da corrupção da Petrobras. Depois, a revista sugere que o Tribunal Superior Eleitoral faça novas eleições e por último viria a renúncia da presidente.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Lula Política

Novas eleições

Com o afastamento da presidente Dilma Rousseff, o Brasil, segundo a Economist, poderia ter um governo liderado por Michel Temer, para que fossem promovidas reformas para estabilizar a economia e acabar com o déficit do Produto Interno Bruto, que está próximo de 11%. Porém, o editorial nota que Michel Temer também está envolvido nos escândalos da Petrobras, por isso, a revista acredita que novas eleições seriam ideais para o país.

Outro jornal britânico que também pediu a saída de Dilma, na semana passada, foi o The Guardian.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo