O vídeo está viralizando na Internet e mostra o momento em que uma menina foi violentamente atacada por uma colega em uma #Escola de Paisely, na Escócia. Enquanto a menina é esbofeteada, socada e recebe pontapés com enorme violência, os outros colegas estão rindo e, aparentemente, se divertindo com a humilhação da aluna, que tenta se defender, mas não consegue se levantar do chão. O vídeo foi captado através da câmera de um celular e foi colocado na Internet. A escola garante estar investigando esse caso perturbador de bullying e a mãe da agredida conta que tudo piorou com o vídeo. 

No vídeo, em 15 segundos, se vê a menina sofrer todo o tipo de agressões.

Se vê e se escuta, uma vez que os ruídos são bem audíveis das bofetadas e socos, que a menina apanha. Mais perturbador do que se assistir a uma garota agredindo outra, enquanto essa está caída no chão, só mesmo a reação dos outros colegas, que vão rindo e incentivando as agressões. Após filmarem, ainda colocaram o vídeo nas redes sociais. 

Para a mãe da menina, sua filha está sofrendo mais ainda desde que esse vídeo apareceu. Agora, na escola, a menina está sendo provocada por todos. Uma vez que o vídeo está tendo inúmeras visualizações, os colegas riem da menina, por ter ficado sem reação, apanhando da colega. De acordo com um porta-voz da escola, a garota que agride a colega, não está mais na escola. No entanto, essa situação poderia ser provisória e ela poderia estar sofrendo apenas um castigo, uma vez que o porta-voz revelou que ela não está na escola "nesse momento". 

O homem garantiu ainda que esse episódio foi "inaceitável" e que na escola estão fazendo tudo para colaborar com a polícia, e que estão fazendo eles mesmos uma investigação interna, para que esses casos sejam evitados no futuro. 

Certo é que para a menina que foi vítima de bullying, tudo parece ter piorado mais ainda.

Os melhores vídeos do dia

Se sua vida nessa escola já não seria nada fácil, agora tudo se agravou. "Ela está ferida e machucada do ataque, mas o fato de que ele foi filmado tornou pior", revelou a mãe, citada pelo jornal Mirror

E o leitor, o que acha desse caso? O que faria se fosse com sua filha? Comente!

Assista o vídeo:

#Europa #Viral