Um caso bastante inusitado aconteceu na Cidade do México, no México. Seria até engraçada se não fosse verdadeira e com um final tão trágico. Um estudante de 17 anos morreu após levar um chupão no pescoço. Ele viu a marca no pescoço e não sentiu nada após o "beijo", e foi normalmente para casa. Ao chegar, Julio Gonzalez foi jantar com a família e, em seguida, começou a ter convulsões.  Segundo informações obtidas pelo portal Metropole, a família de Julio ficou desesperada e chamou a emergência, sem saber o que estava acontecendo. O jovem foi encaminhado para o hospital, mas não resistiu e morreu.

De acordo com os médicos, o chupão que a namorada deu em Julio foi forte demais, o que ocasionou a criação de um coágulo. Esse coágulo foi transportado pela corrente sanguínea até chegar ao cérebro, causando um derrame vascular (AVC) no jovem.

Os pais de Julio culpam a namorada do garoto pela morte. A jovem, que tem 24 anos, está foragida até o momento. Os pais de Julio nunca aprovaram a relação entre os dois, já que a jovem é sete anos mais velha que o garoto. Ela vai ser indiciada por homicídio culposo, onde não há intenção de matar.

Entendendo melhor a morte de Julio

Um Acidente vascular cerebral (AVC) ocorre quando há alteração no fluxo de sangue que vai até o cérebro, que ocasiona a morte de células nervosas na região atingida. O AVC acontece de duas formas: uma delas é a obstrução dos vasos sanguíneos, que é chamado de acidente vascular isquêmico, e outra ocorre com uma ruptura no vaso, chamado de acidente vascular hemorrágico.

Sintomas e sinais

Os sintomas são semelhantes entre as duas formas de AVC, isquêmico ou hemorrágico:

  • Dor de cabeça e vômitos;
  • Fraqueza ou dormência no corpo, mais específico em um lado do corpo;
  • Perda da fala ou dificuldades para se comunicar;
  • Dificuldade para enxergar.

Se sentir algum desses sintomas, procure ajuda médica de imediato.

Os melhores vídeos do dia

Quanto mais rápido tratar, mais chances terá de se recuperar sem haver sequelas. O estresse diário também pode levar uma pessoa a ter um AVC.