É muito comum hoje o namoro entre jovens. Tudo na vida de um casal da cidade do México parecia como a maioria dos jovens casais. Eles estavam apaixonados e mantinham um firme namoro; Julio Macias Gonzalese Iriz, apesar da diferença de idade, ele com 17 e ela com 24, eram considerados um casal normal e feliz. Tudo ia bem na vida dos pombinhos, porém o que poderia ter sido mais uma prova de amor, acabou tirando a vida do jovem rapaz.

Julio Macias Gonzales morreu após a namorada ter dado um "chupão" em seu pescoço. Parece inacreditável, mas foi o que aconteceu, conforme noticiado na imprensa emtodo o mundo. Na noite do óbito, o casal se encontrou e logo após ele foi jantar com a família. O que todos não esperavam era verem a agonia e desespero daquele rapaz durante o jantar. Júlio começou ter convulsões e mesmo após a chegada de socorro médico, ele não resistiu e acabou vindo a óbito.

Os médicos que atenderam o rapaz constataram que tudo foi resultado de um chupão que ainda marcava fortemente o seu pescoço. Aquela parte roxeada, fez com que coágulos se formassem e fossem parar no cérebro, resultando em uma embolia cerebral.

A família de Julio ficou chocada e não se conforma com a perda dele. Eles não entendem que a morte foi uma fatalidade e acusam a moça de ser a culpada. Iris ficou tão assustada com a situação que acabou fugindo e ainda não foi divulgado sobre o seu paradeiro.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades

Esse caso assustou muitas pessoas, principalmente os pais de adolescentes, que agora instruem os filhos a não praticarem tal ato. Muitos pensam que é apenas uma notícia falsa da internet, porém o caso foi confirmado por várias revistas e jornais. O jornal "El Ciudadano" foi um dos primeiros a noticiar o triste acontecimento.

O fato é que a partir de agora os casais precisamtermuito cuidado com as formasque demonstram amorum pelo outro; pois quem ama quer cuidar e nunca levar o parceiro a óbito.

Outras maneiras de demostrar carinho sem expor o companheiro a risco de embolia são abraços, beijos suaves e muito diálogo.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo