No cenário da história mundial,os capítulos parecem que são mais vagarosos em algumas situações do que em outras, revelando tramas, conflitos, conspirações e segredos de Estado, que, por vezes, acabam deixando a todos simplesmente incrédulos em relação a tudo aquilo que está sendo dito ou revelado por alguém em especial. E é exatamente isso o que está acontecendo neste momento com Ahmed Khaddafi Al-Dam, que, conforme pode ser notado por alguns no sobrenome desse homem, ele é primo de 1º grau do coronel Muammar Kadhafi, ex-dirigente da Líbia.

Ahmed Khaddafi Al-Dam fez questão de explicar não muito tempo atrás, quais os verdadeiros motivos que fizeram com que alguns países ocidentais liderados pelos Estados Unidos, de fato, invadissem a Líbia. Conforme disse Kadhafi, o primo vivo, é certo que o principal motivo da invasão do Ocidente foi a iniciativa do líder da Líbia da época, na criação de uma única moeda para todo o continente africano, ou seja, ele sonhou em criar algo como os "Estados Unidos da África".

Ainda segundo Ahmed, o acontecimento passou longe de ser visto com bons olhos pelos líderes ocidentais, até mesmo porque entenderam que a iniciativa de Kadhafi, os privaria do farto celeiro de diversas riquezas presentes em solo africano, e eles (políticos e empresários do Ocidente) não se imaginavam viver sem esses vastos recursos naturais.

Em outras palavras e se falando de uma forma muito franca, rapidamente, Muammar Khaddafi se tornou o principal oponente de peso aos anseios capitalistas na África, uma vez que o mesmo era o grande líder representante dessa possível união africana, conforme explicou o primo do ex-militar líbio em uma entrevista para o canal televisivo RT.

Ahmed novamente frisou que,inclusive Barack Obama, presidente pelo partido democrata dos Estados Unidos e outros governantes ocidentais já reconheceram a derrubada do coronel Khaddafi como um tendo sido um erro sem precedentes dos aliados ocidentais, pois o término daquele regime de no norte da África, permitiu que surgissem centros especializados na Líbia de formação de células terroristas com atuação mundial, além do bando de imigrantes ilegais e desesperados que partem do seu litoral na tentativa de atingir o continente europeu.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Polícia Curiosidades

O parente de Khaddafi exige um pedido de desculpas formal por parte dos norte-americanos, de outros políticos do Ocidente e que a ONU – Organização das Nações Unidas - investigue o que aconteceu na Líbia em 2011, pois foi no dia 20 de outubro que Muammar Khaddafi foi assassinado por rebeldes suportados pela OTAN – Organização do Tratado do Atlântico Norte, iniciando um longo e sangrento período de guerra civil em terra alheia, provocando a morte de mais de 230 mil indivíduos, principalmente daqueles que têm menor possibilidade de defesa, como idosos, crianças e mulheres.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo