Apesar dos índices econômicos no Brasil terem apresentado um melhora nos últimos meses, ainda assim, na visão de alguns profissionais com diversos níveis de formação,o desejo cada vez maiscrescentepor uma qualidade de vida satisfatória, ainda fala mais forte o que tem levado aoaumento por alternativas profissionais no exterior.

Há relevantes variações com relação a pedidos devisto de entrada e permanência, contudo a grande maioria das nações assimilam bem a entrada de brasileiros em seus territórios, seja por meio de acordos de cooperação econômica, como é o caso do Mercosul, ou mesmo devido à boa relação diplomática entre o Brasil e mais de 150 nações que não exigem vistos de entrada de cidadãos de origem brasileira.

Boa qualidade com estabilidade política e econômica

Antes de avaliar a possibilidade de sair do Brasil, há de se considerar adistância entre as nações almejadas, diferenças culturais como idioma e estabilidade econômica, ou mesmo a adaptação climática. Com essas particularidadesmuitos países que antes eram visitados apenas com o intuito de turismo, agora têm atraído mais os profissionais brasileiros, sendo isso ainda mais perceptível em países vizinhos da América do Sul, talvez pela proximidade geográfica e cultural, o Uruguai e a Argentina, estão entre eles.

Uruguai

Alguns autores consideram o país como a "Suíça da América", o país é reconhecido pelos índices favoráveisna maioria das análises com parâmetrossociais, como segurança e estabilidade econômica, chama a atenção também a burocracia comedida para entrada de brasileiros em seu território bastando apenas o RG para isso.

Incentivos governamentais para os empreendedores que pretendem abrirnegócios no país, são outro ponto positivo que têm fortalecido o interesse de muitos estrangeiros em especial oriundos do Brasil.

Argentina

Como membros do Mercosul, o Brasil e a Argentina têm acordos que possibilitam a boa relação trabalhista quando diz respeito ao trânsito de pessoas entresas duas nações sul-americanas, assim como acontece no Uruguai não há necessidade de apresentação de passaportes nas fronteiras, além de que os brasileiros podem solicitar, junto ao governo argentino, um visto temporário de residência válido por dois para trabalhar e estudar no país vizinho.

Os países do continente da Oceania, já estão entre os mais procurados por brasileiros seja por interesse de estudo focado no idioma inglês ou de trabalho específico, o destaque vai para a Nova Zelândia e Austrália, que pelo clima similar ao do Brasil também estão entre os mais pesquisados com o objetivo de permanência por parte dos profissionais brasileiros.

O Canadá e Portugal possuem também características que têm levado muitos brasileiros a tentarem uma nova carreira profissional, em especial o Canadá tem um política migratória bastante receptiva aos pedidos de vistos de imigrantes mais qualificados.

No caso de Portugal, os baixos índices de violência e o baixo custo de vida em relação aos demais países da Europa, podem ser considerados relevantes quando se pensa em morar fora do Brasil, além da proximidade histórico-cultural entre os países.

Se gostou do artigo, e quer mais informações sobre os processos migratórios dos países citados, deixe seu comentário logo abaixo.

Siga a página Vagas
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!