Foi registrada, neste último domingo, dia 04, outra tragédia no esporte mundial, desta vez na Rússia. O acidente foi na região de Khanty-Mansiysk, cidade que fica próxima à capital Moscou. Segundo as autoridades locais, devido à situação climática, (estava nevando no dia) a pista ficou escorregadia. Um caminhão acabou perdendo o controle do veículo e acabou colidindo de frente com um ônibus que estava na direção contrária.

No ônibus, estavam a bordo um total de 32 pessoas, sendo 3 adultos e 29 crianças entre doze e quatorze anos. 10 ginastas acrobáticas (modalidade que mais leva medalhas ao país) e outras duas pessoas, infelizmente, não sobreviveram.

Muitos ainda estão feridos. O ônibus levava as adolescentes de volta para casa após disputarem em uma competição nas proximidades da capital da Rússia.

Em comunicado emitido nesta terça-feira, o presidente da FIG, Bruno Grandi, disse que este é um momento muito triste e difícil e que em momentos como este os pensamentos devem estar com as vítimas, as famílias e seus entes queridos. Representando toda a Federação Nacional de Ginástica e também os que amam o esporte, expressou suas mais profundas condolências e, mediante tamanha tragédia, foi decretado luto.

Os motoristas envolvidos neste Acidente foram detidos no local para prestarem seus esclarecimentos sobre as causas. Investigações ainda estão sendo realizadas após a Rússia ter entrado com um mandado.

Foi confirmada a informação de que as preparações antecedentes à viagem não foram devidamente corretas para o transporte de crianças.

Os melhores vídeos do dia

Há poucos dias, o Brasil também passou por um momento de luto após a queda de um avião na Colômbia, no qual estavam a bordo os jogadores da Chapecoense, que iam disputar a Copa Sul-Americana e também jornalistas que acompanhavam a equipe. A queda ocasionou a morte de 71 pessoas, deixando apenas seis sobreviventes. A tragédia comoveu pessoas no mundo todo e está sendo realizada uma força-tarefa de três países para investigar as possíveis causas.