Morar no exterior vem sendo uma alternativa avaliada por muitas pessoas com interesses em comum, seja por estudo, trabalho ou mesmo na busca por uma melhor qualidade de vida. Entretanto, o fato de mudar de país não e tão simples, mas pode ter suas compensações, se houver pesquisa e planejamento.

O custo médio de vida em países como na Europa, por exemplo, é um dos fatores que deve ser levado em conta antes de se providenciar qualquer documentação. Planejar custos de moradia, alimentação e transporte são essenciais antes mesmo da escolha definitiva do destino. Com esse cenário, grandes centros urbanos em países europeus são os primeiros a serem pensados quando cogita-se uma análise mais detalhada com relação aos dados referentes ao estilo de vida, mas há boas oportunidades no interior, em cidades menores como vem acontecendo na Itália e Portugal.

Viver na Itália com moradia de graça

A prefeitura de uma pequena cidade italiana, fundada ainda no século XIV, está com um projeto de povoamento na região da Sicília. O objetivo, segundo as autoridades locais, é movimentar a economia com a atração de novos moradores.A prefeitura italiana concede moradia de graça para os interessados em se mudar para a cidade de Gangi.

População e negócios na cidade de Gangi

Com uma população de aproximadamente 7 mil habitantes, cerca de 200 casas estavam disponíveis em 2015, ano do início da divulgação do projeto. Interessados estrangeiros por casas de férias e empresários do segmento turístico começaram dar entrada nos processos de tranferência de posse dos imóveis, fomentando da economia local.

Requisitos

  • Aos interessados que possuam uma empresa ativa, com a qual se pretenda realizar alguma atividade econômica na cidade;
  • Pessoas que não possuam empresa também podem realizar cadastro e tentar residência na cidade, contanto que possua condições financeiras de arcar com a restauração do imóvel pretendido, já que a maioria das edificações são antigas;
  • Conforme comunicado publicado pela prefeitura local,os interessados são responsáveis por cobrir despesas de tranferências de posse e comprometer-se com a efetiva restauração em, no máximo, um ano após a mudança, finalizando todo o investimento em no máximo três anos.

Importante: para realizar o cadastro, acesse este link: https://goo.gl/Uoad46 (copie e cole em seu navegador).

Os melhores vídeos do dia

Conheça outras oportunidades gratuitas

Estudantes podem participar de conferência nos EUA em importantes universidades americanas, com todas as despesas pagas, saiba como inscrever-se aqui!

Curso de inglês de graça e online para quem realizou teste do ENEM: leia o artigo completo e aproveite.