Um casal ficou condenado com pena de cadeia, depois de terem deixado a filha bebê com lesões para a vida. Uma vida que poderá ser bem mais curta do que o esperado e que jamais será vivida na sua plenitude, de acordo com os relatos dos médicos. Isabelle tinha apenas cinco semanas, quando foi internada no hospital, com "lesões horríveis", provocadas pelos pais. As lesões são irrecuperáveis e a menina vai ficar com limitações para sempre, enquanto que pai e mãe vão passar alguns anos na cadeia.

A menina chegou no hospital, com lesões cerebrais de extrema gravidade. O inchaço cerebral provou que suas lesões vinham de ter sido apertada e espremida pelas mãos do próprio pai, Rocky Uzzell, de 29 anos.

A bebê tinha ainda algumas costelas fraturadas e uma ruptura em seu braço. A menina foi internada em estado muito grave e passou duas semanas nos cuidados intensivos. Agora, está bem melhor, mas ficou com marcas para a vida. Isabelle nunca vai andar e ficará presa em uma cadeira de rodas. A menina está sendo alimentada por um tubo, situação que poderá ser definitiva.

Sua visão está ainda sendo avaliada, mas ela poderia não voltar a ver novamente, tamanhas foram as lesões, durante as poucas semanas que viveu com seus pais. Os médicos, no hospital de Kettering, no Reino Unido, estão pensando que dificilmente Isabelle chegará a idade adulta.

O tribunal escutou ainda que, enquanto essa menina estava no hospital, lutando pela vida, os pais saíram para jantar e celebrar o aniversário de Uzzell.

Os melhores vídeos do dia

O detetive que esteve investigando esse caso falou que, em toda sua experiência na proteção de menores, esse é "possivelmente, o pior caso que já viu".

Em tribunal, nem o pai, nem a mãe da menina explicaram o que os levou a tais atos de crueldade com a própria filha. Uzzell foi condenado a uma pena de oito anos e meio, com o juiz declarando que os danos provocados nessa menina foram "deliberados e indesculpáveis", deixando a bebê "dependente de outros" para sempre. O juiz do tribunal de Northampton falou ainda que Uzzell não sabe o que é ser pai ou tomar conta de alguém.

Também a mãe Katherine Prigmore, de 24 anos, recebeu uma sentença de 28 meses de cadeia, com o juiz considerando que a "prioridade" de essa mãe deveria ser Isabelle e não o foi. "Foi você e as suas necessidades", considerou o juiz.