Leanne Spencer não ganhou para o susto, quando viu sua filha nascer no hospital, mas no chão do banheiro. A jovem de 19 anos chegou no hospital, já em trabalho de parto, e foi mandada para casa pela parteira. "Vá para casa e descanse", foram as palavras que a jovem Leanne mal escutou.

Publicidade
Publicidade

Entre tantas dores, pouco depois, ela viu a filha nascer, sem quaisquer condições de um jeito que ela não quereria lembrar.

Depois de nove meses imaginando um parto perfeito e bonitinho, Leanne deu a luz a sua filha no chão de um banheiro, auxiliada por algumas parteiras e com várias pessoas olhando. No mais importante, Athena nasceu bem e sem qualquer problema de saúde. Para trás, fica um parto bem mais complicado do que Leanne estava esperando e por culpa de uma alegada negligência do hospital de Hull, na Inglaterra.

Leanne foi no hospital, já sentindo algumas dores.

Leanne foi negligenciada no hospital de Hull
Leanne foi negligenciada no hospital de Hull

Depois de alguns exames, a parteira acreditava que o parto ainda estava demorado e deu alta para ela. Antes de sair, ela se queixou que tinha piorado e que estava ainda com mais dores e sentindo necessidade de puxar. Leanne sabia que estava em trabalho de parto e que sua bebê estava pronta para sair. Mas, a parteira ignorou os sintomas e mandou-a sair, para ir para casa descansar.

Ainda antes de sair do hospital, Leanne não aguentava e teve que ir no banheiro.

Publicidade

Assim que entrou, sentiu um puxão e viu tudo cheio de sangue. Já sem força para sair do chão, valeu a presença da sua mãe que chamou logo ajuda. Sem tempo para mais, o parto teve mesmo que ser feito ali.

Com a cabeça deitada sobre o colo de uma parteira e uma outra ajudando no parto, Athena nascia pouco depois. A partir daí, só o espaço é que não era o mais esperado mas com a felicidade de ter a bebê nos braços, Leanne acabou esquecendo esse momento.

Mais tarde, falou com os responsáveis do hospital sobre o seu caso, e espera que eles façam mais cuidado, porque isso pode ser muito perigoso e ela sabe que poderia ter corrido mal para ela. O porta-voz do hospital lamentou o que aconteceu com essa jovem mãe, mas lembrou que um parto pode ser "imprevisível", e que no mais importante é que a "bebê nasceu em segurança".

Leia tudo