Na madrugada deste último sábado (08), uma mulher foi flagrada pelas câmeras de segurança de uma loja de conveniências agredido brutalmente dois homens que saiam do local. O crime aconteceu por volta das duas horas da manhã, em Sidney, Austrália. A suspeita identificada como Evie Amati, de 24 anos, segurava no momento das agressões um machado enorme nas mãos.

Foi essa a arma utilizada para golpear os dois clientes que saiam do local. Pelo que se vê nas imagens parece que os golpes são deferidos a esmo, e que a mesma tinha intenção de ferir as duas vítimas. As câmaras flagraram ela entrando na loja e conversando com os dois clientes na fila do balcão onde eles esperavam para serem atendidos, minutos antes de atingi-los na saída.

Nas cenas que impressionam pela frieza, ela golpeia uma das vítimas na parte de trás da cabeça, e com o homem já caído no chão ela dá um novo golpe. Segundos depois ela atinge o outro homem que também saía da loja com um golpe na cabeça. A jovem loira usava um short, camiseta preta e tênis, e entrou no local determinada a atingir alguém.

O circuito externo de segurança flagrou o momento em que ela se direciona para a loja e já dentro o instante em que ela percebe os dois clientes, ela praticamente fica esperando o dois chegarem até a porta de saída para atingi-los com a arma. Veja às cenas impressionantes no link a seguir:

A polícia foi chamada até o estabelecimento, assim como uma equipe do resgate que socorreu os dois homens. Eles foram levados para um hospital da região gravemente feridos.

Os melhores vídeos do dia

Os clientes foram identificados como Sharon Hacker e Benjamin Rimmer.

Hacker sofreu traumatismo craniano e está internado em estado grave. Segundo os médicos Rimmer encontra-se em estado ainda mais complicado. Testemunhas disseram que viram a moça sair do local após o #Crime ameaçando outras pessoas na rua. A polícia foi encontrá-la deitada em um jardim de uma casa alguns metros do local, assim como o machado utilizado para golpear as vítimas.

Ela também foi levada ao hospital antes de ser encaminhada para uma detenção. A mulher será indiciada por lesões corporais graves às vítimas com a intenção de matar. Ao que parece ela Amati estaria sob efeitos de uma substância hormonal parecida com a testosterona. #Casos de polícia