"Qualquer tecnologia suficientemente avançada é indistinguível da magia”. Quando o renomado escritor de ficção científica, o britânico Arthur C. Clarke, proferiu a frase acima, certamente a tecnologia ainda não havia assumido características “místicas”, restritas aos paranormais, como a leitura da mente, por exemplo.

No entanto, o que antes era apenas ficção literária e cinematográfica está prestes a se tornar realidade, após o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, demonstrar interesse em desenvolver um método para a rede social ler a mente dos internautas, segundo informações do portal de notícias internacional RT, de sábado (14).

Caso a pesquisa de Zuckerberg obtenha êxito, na prática poderemos mandar mensagens, emotions e realizar diversas funções, apenas com o pensamento.

Essa tecnologia também pode ajudar indivíduos tetraplégicos e de outras condições patológicas a interagir na internet - se um dia realmente existir.

Embora o procedimento adotado para que isso ocorra não seja de conhecimento público, é sabido que o Facebook pretende desenvolver uma divisão de hardware na Califórnia, para elaboração de tecnologia baseada na interação entre o computador e o cérebro humano.

Conforme o RT, a empresa está à procura de profissionais específicos para atuar no futurístico projeto, como um engenheiro capaz de desenvolver a interface “cérebro-computador”, para atuar na área de “neuroimagem” e “dados eletrofisiológico”.

Com objetivo de produzir imagens neurais não-invasivas, o Facebook possibilita emprego a engenheiros capazes de solucionar essa questão. O projeto também busca especialista capaz de desenvolver interações de toque com objetivo de construir experiências “realistas e imersivas”.

Vai ficar por fora de assuntos como este?
Clique no botão abaixo para se manter atualizado sobre as notícias que você não pode perder, assim que elas acontecem.
Curiosidades

Durante um bate-papo entre internautas e Mark Zuckerberg, em 2015, onde ele responde a diversas perguntas e comentários, o CEO do Facebook diz acreditar na ideia de enviar pensamentos através da tecnologia.

"Um dia, eu acredito que nós poderemos enviar pensamentos diretamente usando a tecnologia. Você só vai ser capaz de pensar em alguma coisa e seus amigos serão imediatamente capazes de experimentar isso também, se quiser", comenta.

Entre centenas de indagações a Zuckerberg, o questionamento do astro de Hollywood, Arnold Schwarzenegger, sobre a importância da prática de exercícios físicos, e sobre a possibilidade das máquinas dominarem o mundo, chama a atenção do empresário.

Ele responde a Schwarzenegger que considera os exercícios físicos importantes. Diz ainda malhar três vezes na semana. Por fim, sobre a questão das máquinas assumirem o controle, Zuckerberg é enfático ao salientar “que não, as máquinas não ganharão” (clique na imagem abaixo para procurar a conversa).

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo