Se o seu maior pavor é ver uma barata rastejando pelo chão ou ter a infeliz surpresa de descobrir que o inseto asqueroso é uma versão voadora, saiba que uma mulher viveu o pior de todos os pesadelos: ela descobriu que tinha uma barata viva morando dentro de sua cabeça.

A indiana, de 42 anos, desconfiou que havia algo errado, quando acordou com dores de cabeça e um peso atrás dos olhos e precisou buscar ajuda médica.

Infelizmente, essa situação é bem possível e você deve estar se perguntando: como isso foi acontecer?

A misteriosa dor

O fato é que, segundo os médicos, enquanto a mulher dormia, a barata entrou pelo seu nariz e seguiu para dentro de sua cabeça, se alojando atrás de seus olhos, onde passou a raspar as patinhas asquerosas, causando o incômodo e a dor na cabeça.

A mulher procurou o serviço médico para verificar o motivo de suas dores, porém, nada foi identificado de anormal e após a limpeza das narinas, a paciente foi dispensada.

Como os sintomas continuaram, a indiana procurou ajuda de um médico especialistas que após examiná-la com um aparelho específico e mais preciso, um endoscópio. Para a surpresa do médico, o aparelho detectou, dentro da cavidade nasal da mulher, uma barata viva.

Barata intacta e viva

O médico otorrinolaringologista, M.N. Shankar, disse que, ao observar - com o auxílio do endoscópio -“patinhas” se movimentando no fundo das narinas, percebeu que se tratava da parte traseira da barata.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades Saúde

Dr. Shankar acredita que o invasor entrou pelo nariz e seguiu até o crânio. O curioso é que mesmo após 12 horas, a barata ainda continuava viva, dentro da cabeça da mulher.

O especialista ainda conseguiu retirar a barata intacta e viva, após a realização do procedimento de sucção da mesma.

É relativamente comum médicos retirarem moscas e vermes de pacientes, porém, de acordo com o Dr. Shankar, essa é a primeira vez, em 30 anos de profissão, que um caso desses caiu em suas mãos.

O médico ainda explica que não existe meio para evitar um acontecimento assustador como esse e ainda ressalta que a permanência dos insetos invasores em nosso corpo por um tempo prolongado é muito perigoso.

Segundo o médico, caso a barata tivesse ficado mais tempo dentro da cabeça da mulher, ela morreria e os seus restos poderiam causar uma infecção no local, com a possibilidade de se espalhar pelo corpo através da corrente sanguínia.

E isso, provavelmente, causaria a morte da indiana.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo