Hoje em dia, tirar uma #Selfie se tornou algo muito comum, um costume que para muitas pessoas, é até mesmo um vício. Essa menina de 13 anos por exemplo, a americana Harper Kustz, resolveu praticar a divertida mania de se fotografar, dentro do carro de sua mãe uma certa vez, porém, o que ela descobriu alguns dias depois, é de deixar muita gente arrepiada!

Como tudo aconteceu

Um certo dia, Harper e sua mãe, Melissa, estavam viajando juntas, foi aí então que a #adolescente resolveu tirar algumas selfies dentro do automóvel. Alguns dias depois disso, ela ainda não havia percebido, mas, em uma dessas fotos, havia um detalhe muito assustador.

Era claramente o rosto de um menino atrás dela em uma das imagens e isso a deixou apavorada.

Na imagem em questão, Harper estava sentada no banco do carona, na parte da frente do veículo. Ao lado do seu rosto, na parte do banco traseiro, a silhueta da face de um menino aparece. A tal aparição só foi notada pela jovem dias depois, quando ela estava checando as imagens que estavam armazenadas em seu dispositivo.

Ninguém sabe explicar o ocorrido

Segundo o que Melissa contou ao jornal ‘The Sun’, ela ficou chocada ao perceber o rosto do garoto desconhecido na fotografia da sua filha. Neste momento, ela chegou a mostrar para alguns conhecidos que, perplexos como ela, não entendiam o que poderia ter acontecido.

Os melhores vídeos do dia

Mas a história ainda não havia terminado até então, pois o que as pessoas pouco sabiam, era que ela ainda era mais #macabra.

Depois de muito pesquisar sobre o assunto e de tentar se informar com conhecidos sobre o que poderia ter acontecido, Melissa acabou descobrindo que na estrada aonde ela estava passando naquele momento, junto com a sua filha Harper, há alguns anos atrás, já havia ocorrido um acidente. Tal tragédia teria acabado com a vida de uma família inteira e, segundo o que foi concluído, o tal menino deveria estar entre eles.

Agora, se a história foi verídica ou não, ninguém descobriu, afinal, hoje em dia com programas de photoshop tudo é possível, vocês não concordam?