A palavra islamismo significa submissão a Ala (Deus), ou muçulmano, que quer dizer aquele que se submete a Ala.

A religião islâmica foi fundada no século VI por um homem chamado Maomé, que em sua adolescência tinha visões do anjo Gabriel, que revelava a ele coisas de Ala, nome designado pelos muçulmanos que significa Deus.

Os muçulmanos acreditam e seguem o Alcorão, livro sagrado da Religião em que está escrito as revelações ditas por Maomé.

O Alcorão é a bíblia dos muçulmanos.

Ambas as religiões são monoteístas, ou seja, creem na existência de um único Deus. Porém, uma das principais características que diferenciam o cristianismo do islamismo é a crença na Bíblia Sagrada aceita pelos cristãos como fiel palavra de Deus, enquanto que a religião islâmica não a reconhece e a têm como blasfêmia.

Outro ponto que acentua essa disparidade é a respeito de Jesus Cristo, aceito pelos cristãos como Salvador, crucificado e ressuscitado ao terceiro dia.

Esta passagem da Bíblia é veementemente negada pelos muçulmanos, eles acreditam que Jesus não foi crucificado, mas sim alguém em seu lugar se passando por ele, e que Jesus voltou ao céu levando a única e verdadeira Bíblia.

Segundo a crença cristã, a conversão de uma pessoa se dá no sentido de alma, transformação espiritual através do sentimento, o que não é relevante no islamismo, pois creem na conversão através do cumprimento e prática dos cinco pilares escritos no Alcorão.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Religião

  • Confessar que não a outro Deus senão Ala, e Maomé é o seu profeta.
  • O islâmico fiel deve fazer cinco orações diárias em árabe de joelhos e prostrado na direção de Meca.
  • Ser fiel pagador das esmolas, que são pagas como imposto no país.
  • Praticar o Jejum do mês do hamadã, mês entre junho e julho no calendário muçulmano, durante esse período praticam o jejum do amanhecer até o entardecer, vindo a se alimentar somente à noite.
  • Realizar a peregrinação até Meca na Arábia Saudita pelo menos uma vez durante sua vida.

Se você fizer dos cinco pilares um hábito, já é considerado um muçulmano.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo