As redes sociais servem para aumentar o contato entre as pessoas e para transmitir informações. Muitos internautas estão famosos por compartilharem vídeos que acabaram viralizando. Contudo, existem os usuários que tentam conseguir a fama a qualquer custo. Dessa vez o caso aterrorizante foi um crime transmitido pela internet, através do Facebook, Ao vivo para que todos os internautas pudessem acompanhar.

Assassinato ao vivo pelo Facebook

Na cidade de Cleveland, nos Estados Unidos, um homem chamado Steve Stephens decidiu cometer a barbaridade de matar uma pessoa apenas para transmitir o assassinato pelo Facebook. De acordo com as investigações, o homem decidiu cometer esse crime pelo "prazer" em fazer algo que impressionasse outros internautas que estavam acompanhando a transmissão ao vivo.

Em pleno domingo de Páscoa, Steve Stephens se contectou ao Facebook e iniciou a transmissão ao vivo. Ele decidiu sair de sua residência para procurar uma vítima, de forma aleatória, que estivesse passando pela rua. O homem parou um idoso, começou a conversar e, em um determinado momento da conversa, ele sacou a arma e atirou no idoso, atingindo com uma bala a cabeça da vítima. Após cometer o crime Steve Stephens saiu do local para não ser preso em flagrante delito.

Para piorar a situação, enquanto gravava o vídeo Steve Stephens afirmou ter matado mais pessoas. Contudo essa informação ainda não foi confirmada pela polícia. As investigações continuam e o suspeito está sendo procurado.

Vídeo de terror pelo Facebook

O vídeo ao vivo transmitido pelo Facebook já foi retirado da rede social. Algumas pessoas podem argumentar se tratar de uma doença mental.

Os melhores vídeos do dia

Mas o criminoso soube fazer tudo e fugir temendo a prisão e a condenação à pena de morte. Existe também a possibilidade de uma ação terrorista de um "lobo solitário". Isso seria um marco na internet, pois seria o primeiro atentado terrorista transmitido ao vivo pelo Facebook. Contudo, são apenas especulações, pois as investigações ainda estão sendo realizadas. Qual a sua opinião sobre este crime? Deixe seu comentário.