Uma tragédia marcou a madrugada do último sábado (1), quando um incêndio destruiu uma casa onde estavam cinco crianças que realizavam uma festa do pijama. Tudo aconteceu na cidade de Spearfish, no estado americano de Dakota do Sul. O corpo de bombeiros só foi notificado do incêndio por volta das 4h30. O fogo se alastrou de tal maneira que todo o teto da residência ficou incinerado e ruiu, o que dificultou o acesso da equipe de resgate do Corpo de Bombeiros.

Apenas os adultos e uma criança que estava na parte de baixo da casa conseguiram sair com vida da tragédia. Um dos adultos, que é pai de uma das crianças morta pelas chamas, ainda tentou retornar para dentro da residência a fim de tentar salvá-las, mas foi tudo em vão.

Além da tentativa frustrada, o homem ainda teve queimadura graves pelo corpo.

Os familiares ficaram arrasados com a dor da perda dos seus filhos, que tinham de 6 a 9 anos de idade. Alguns vizinhos disseram chegar a ter ouvido os gritos das crianças pela madrugada e acompanharam todo o esforço dos bombeiros para tentar resgatar as crianças no andar de cima da casa.

“Era muito barulho, todos gritavam ao mesmo tempo, os alarmes dispararam e o fogo não parava de aumentar”, disse um dos vizinhos em entrevista à imprensa local.

Foram quase 2 horas de trabalho da equipe dos bombeiros para conter as chamas na residência, que ficou totalmente destruída. O chefe dos bombeiros lamentou a morte das crianças, mas afirmou que mesmo que chegassem mais cedo não haveria o que fazer.

“Nós fizemos tudo que estava ao nosso alcance, as chamas era tantas que estava impossível enxergar alguma coisa, o que nos impossibilitava de entrar no local para procurar pelas vítimas”, afirmou ainda o chefe dos bombeiros.

Os melhores vídeos do dia

Foi feita uma grande campanha nas redes sociais para arrecadar o máximo de dinheiro para o pagamento do funeral, uma vez que a família das vítimas perdeu quase tudo o que tinham no incêndio. O arrecadado chegou a US$ 27 mil, o equivalente a R$ 85 mil, apenas até esta segunda-feira (3), o que pode aumentar, pois a família pretende receber as ajudas até o fim de semana.