Com mais de 108 mil de visualizações, o vídeo de um bizarro fenômeno luminoso, divulgado no Youtube, dia 10, registrado pelas lentes da Estação Espacial Internacional (ISS), supostamente sobre a Coreia do Norte, intriga internautas e é destaque no tabloide britânico de grande repercussão Daily Star – veja a manchete.

Com menos de cinco minutos de duração, a gravação mostra um emblemático rastro luminoso (na falta de um termo melhor) abaixo da ISS, que pertence a Agência Espacial Americana (NASA).

À medida em que a estação percorre o espaço, a luz se transforma em pequenos pontos brilhantes, cuja procedência permanece uma incógnita.

Embora o episódio possa decorrer de efeitos atmosféricos diversos, ou climáticos, como o enigmático arco-íris de fogo (nuvens multicoloridas), ou até mesmo de um simples reflexo solar nas águas do oceano, internautas demonstram entusiasmo e ceticismo a respeito da ocorrência.

Na página de compartilhamentos de vídeos do Google, o usuário dazzler B81, por exemplo, afirma acreditar piamente que as luzes não são originárias do Sol.

“Muito estranho e definitivamente não é reflexo do Sol .... bom companheiro”, opina.

Contudo, a crença dele rapidamente é rebatida por Sarkis Nemer. “Naturalmente é o reflexo do Sol”, avalia.

Porém, como as pessoas adoram acalorados debates na internet, dazzler B81, ainda descrente que o Sol possa ter gerado as luzes, questiona Sarkis Nemer.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades

“Por que o sol reflete apenas naquele pequeno e minúsculo ponto?”, indaga.

Ainda que a explicação mais simples geralmente tende a ser a verdadeira, alguns crentes de teorias conspiratórias preferem acreditar em versões apelativas.

“HARRP?? Experimentação??? E obrigado por todo o seu trabalho duro”, comenta michael kozak, que pela foto parece ser um senhor de meia idade.

No entendimento de commandorando123, a NASA, sabendo do significado das luzes, optou por interromper a gravação.

“Eles sabem o que era, e é por isso que eles foram para a tela azul”, escreve.

Todavia, o internauta besovereign1, apresenta uma explicação plausível para o acontecimento.

“Reflexo de um barco. Observe como os reflexos estão avançando junto com a estação espacial”, analisa.

Pesquisador desconfia da autenticidade das imagens

Na tentativa de elucidar o mistério, entramos em contato com o ufólogo Josef Prado, presidente da Rede Brasileira de Pesquisas Ufológicas (Portal BURN), cuja técnica de atuação é baseado na metodologia científica, com exames laboratoriais, estudos de imagens etc.

Segundo ele, o fato da imagem permanecer em baixa qualidade, independente da pixelização, denuncia a possibilidade do vídeo ter sido manipulado com objetivo de dificultar a identificação do evento.

“Uma coisa que me chama a atenção é que mesmo em 1080p a imagem está em baixa qualidade e desfocada. O que me parece ser intencional, para dificultar uma análise decente”, considera.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo