Não precisaria muitas palavras para dizer que tudo deu errado. Essa foi à situação que a enfermeira Merve Keles ficou após passar pelo procedimento de preenchimento labial que teve um final de insucesso. A boca da enfermeira inchou de tamanha forma que ela, com apenas 22 anos, corre o perigo de perder os lábios por toda a vida. Nas fotos é possível ver que o rosto da jovem já nem parece com o mesmo.

A enfermeira entrou em contato com um médico pela internet, que supostamente estava capacitado e depois de algumas conversas, ela resolveu deixar seus lábios aos cuidados do cirurgião. “Queria uma boca bem carnuda”, afirma a jovem.

O médico não teve a identidade revelada, o mesmo cobrou aproximadamente R$ 910 pelo serviço, mas segundo a jovem, ele persistiu em fazer todo o procedimento em sua residência e negou-se a fazer dentro de um hospital ou clínica.

Devido ao bom desconto no preço, a moça resolveu aceitar a proposta do médico. Mas o barato acabou saindo bem mais caro. A boca infeccionou e o resultado foi grotesco. Os lábios começaram a inchar de maneira que a cada dia o inchaço fica maior.

Após o resultado negativo, a jovem foi perceber que havia sido enganada. O tal médico cirurgião era, na verdade, cabeleireiro sem formação. Agora a enfermeira Merve vai ter que passar por uma operação, segundo o site Daily Star, ainda nesta semana. O corre-corre é para tentar corrigir o erro. Ainda de acordo com o Daily Star, se tudo não der certo, os lábios da jovem terão que ser completamente removidos.

Os melhores vídeos do dia

Outra jovem identificada por Amelia Greville, 24 anos, também foi vítima dessa cilada. A moça ficou impressionada quando acessou em um site de compras coletivas uma chance de fazer preenchimento labial por um preço bem chamativo. Acreditando ser o mesmo produto utilizado pela socialite Kylie Jenner, ela se dirigiu a clínica citada no site de compras que ofertava o procedimento para injetar o produto. Após realizar o procedimento, ela ficou horrorizada quando seus lábios dilataram, a ponto de ficarem inflamados e bem deformados.

Amelia Greville é professora, residente em Bancoc, na Tailândia, cidade onde foi feito todo o procedimento. “No mês de abril fiz a primeira aplicação e o resultado foi o esperado, mas depois tudo se reverteu, comecei a ver caroços crescendo e aparição de feridas na minha boca”, afirmou ela ao jornal britânico Daily Mail.

Diferente da primeira jovem citada a cima, ela assustada com o resultado, foi até a clínica para reivindicar e conseguiu adquirir a garantia de que a equipe médica iriam corrigir o problema, caso a ela arcasse com as demais despesas.