Donald Trump é sinônimo de polêmica. Por onde passa, confusão, gafe e todo tipo de situação inusitada são registradas. Agora, o mais recente cenário envolvendo o presidente dos Estados Unidos aconteceu na Casa Branca (White House), em Washington DC, no último domingo (28).

Na ocasião, câmeras de jornais estadunidenses, apontadas 24 horas para o local, filmaram estranhas luzes vermelhas piscando a partir de duas janelas no segundo andar da residência presidencial, por volta das 20h30.

O assunto, que até o momento gera diversas teorias sobre a procedência do evento, foi destaque em diversos jornais e em perfis do Twitter de famosos jornalistas norte-americanos, como o de Tom Johnson, da FOX News – veja abaixo.

Conforme o New York Post, apesar das várias especulações, com internautas sugerindo a possibilidade de Trump ter levado de recordação a insólita esfera brilhante da Arábia Saudita, funcionários da Casa Branca e o Serviço Secreto ainda não explicaram a origem das luzes vermelhas - comuns em meretrícios.

Outras teorias variam de uma improvável ‘festa do arromba’ a um hipotético código secreto para os russos. Contudo, a hipótese aceita, por enquanto, não envolve festas ou teorias conspiratórias.

As luzes, segundo alguns internautas, seriam apenas reflexos do giroflex de algum veículo de emergência na localidade. No mesmo dia, a jornalista Robbin Simmons, da emissora WSVN, escreveu: “Luzes vermelhas piscando na casa branca.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades

O que está acontecendo? Estamos verificando isso”, disse.

Coincidência ou não, este domingo foi o primeiro em que Trump passou na Casa Branca, após visitar vários países num período de nove dias. Lá, ele esteve reunido com conselheiros para saber sobre os últimos acontecimentos relativos a investigação do FBI sobre o envolvimento da Rússia com a eleição presidencial deste ano, que chegou até o genro dele, Jared Kushner.

Embora não haja novas informações a respeito do assunto, as luzes vermelhas foram observadas durante 20 minutos, conforme o New York Post.

Outra gafe de Trump

Na segunda-feira (29), o presidente protagonizou outra cena hilária. Enquanto o hino dos Estados Unidos tocava no Memorial Day - feriado nacional celebrado todos os anos na última segunda-feira de maio, para homenagear militares mortos em combate -, Trump foi visto sorrindo e cantando.

A situação, lógico, constrangeu os militares, que fizeram questão de manter o semblante sério, como forma de respeito aos combatentes caídos.

Veja o vídeo abaixo – impossível não rir.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo