Uma repórter de televisão da emissora PHL17, da Filadélfia (EUA), foi demitida por chamar um policial de "grande pedaço de m...", após ser expulsa de um teatro no último domingo (4). A jornalista diz que agora tem recebido milhares de chamadas e mensagens ameaçadoras.

Colleen Campbell, de 28 anos, disse que está "envergonhada" pelo vídeo viral que a mostra sendo retirada à força após falar muito alto no local, onde era apresentada uma comédia, e não atender a pedidos para se calar. Ao ser levada pelo policial, Colleen argumentou que trabalhava na emissora. Descontrolada, a repórter tentou cuspir em um homem que acompanhava a confusão, tirou um sapato e ordenou que ele o cheirasse.

O vídeo, originalmente publicado na rede social Facebook, já tem mais de 3 milhões de visualizações.

Vítima de mensagens agressivas

"Desde o momento em que o vídeo foi publicado, a Sra. Campbell foi destinatária de milhares de telefonemas, textos, mensagens e emails obscuros e ameaçadores que vão desde insultos irritados, profanos e difamatórios até ameaças violentas e violentas profundamente perturbadoras", disse o advogado da repórter.

Campbell está agora tentando chegar ao oficial do Departamento de Polícia da Filadélfia no vídeo para oferecer uma desculpa pessoal.

"Minha lembrança do meu tempo no Helium e o incidente são nebulosos", disse Campbell em um comunicado. "Eu conheço meus limites quando se trata de beber e eu sei ficar fora do centro das atenções. Minhas ações nesse vídeo não são o resultado de um punhado de bebidas espaçadas durante algumas horas.

Os melhores vídeos do dia

Acredito que talvez eu tenha sido drogado naquele momento naquela noite ".