Um #Incêndio devastador atingiu uma torre residencial na cidade de #londres, Inglaterra, na madrugada desta quarta-feira (14). Mais de 200 bombeiros continuam trabalhando no local. Neste momento já foi descartada a possibilidade do prédio desabar. Testemunhas e moradores contaram os momentos de terror que presenciaram. Há mortos e dezenas de feridos.

De acordo com o portal de notícias online do jornal O Globo, o incêndio consumiu o arranha-céu Grenfell Tower, localizado na Zona Norte de Londres, na madrugada desta quarta-feira. Até o momento, foram confirmadas 12 mortes e 78 feridos, sendo que 18 deles em estado crítico.

A torre residencial foi construída em 1974, em North Kensigton, que fica a aproximadamente 2,7 Km da residência do príncipe Willian e da sua mulher, Kate Middleton.

Desespero e morte

Segundo as informações dos bombeiros e da polícia local, a torre possuía 24 andares com 120 apartamentos. O incêndio foi implacável e atingiu todo o edifício. Dany Cotton, chefe e responsável pela Brigada de Incêndio de Londres, afirmou que em 29 anos de profissão, jamais havia visto um incêndio desta proporção.

Testemunhas relataram momentos de desespero para a imprensa local. Segundo alguns pedestres que estavam próximos ao local, os moradores que conseguiram deixar o prédio estavam em estado de choque.

Samira Lamrani é uma das testemunhas e ela afirmou que viu um bebê sendo jogado pela janela. Ela acredita que tenha sido do décimo andar.

Os melhores vídeos do dia

Os moradores estavam em pânico, eles batiam nas janelas e gritavam pedindo por socorro.

Samira afirmou ao jornal londrino "Evening Standard", que uma mulher apareceu na janela e gritou desesperadamente, fazendo gestos de que jogaria o bebê e suplicando para que alguém o pegasse. Foi quando um homem se aproximou o máximo possível do edifício e a mãe jogou o bebê que, por um milagre, foi aparado pelo bom samaritano.

Uma outra testemunha, identificada como Tamar, relatou a BBC de Londres, que os pais em desespero e tentando salvar seus filhos, jogavam as crianças dos apartamentos. Ele descreveu uma cena dramática, onde uma mulher apareceu na janela de um apartamento onde já havia muitas chamas e gritou: 'Salvem minhas crianças, apenas salvem minhas crianças'. Ela teria arremessado os filhos pela janela.

Michael Paramasivan, morador do prédio, disse à BBC Rádio que encontrou com uma moradora do 21º andar na calçada do prédio. Ele disse que a mulher tem 6 filhos e que saiu com todos eles do apartamento, porém, quando chegou no térreo, notou que apenas 4 estavam com ela. Em meio à confusão, ela se perdeu de dois de seus filhos. Michael disse que a mulher estava em pânico e desesperada.

A polícia acredita que o número de mortos ainda possa aumentar, pois há informações desencontradas de quantas pessoas estavam na torre.

Veja o vídeo que mostra o fogo consumindo a torre:

#Tragédia