Uma adolescente americana faleceu no último domingo (9), após receber uma carga elétrica, ao mexer no celular enquanto tomava banho. Madison Coe, de 14 anos [VIDEO], vivia na cidade de Lubbock, no estado do Texas.

A jovem deixou o celular conectado na tomada para carregar a bateria e entrou no banheiro para tomar banho. Quando tomou a decisão de mexer no aparelho, foi eletrocutada no mesmo instante.

A adolescente estava passando o fim de semana na casa de seu pai, no Novo México, quando tudo aconteceu. Ele e a mãe da jovem, Angela O'Guinn Downs, contam que Madison era extrovertida, fazia parte do time de basquete e da banda da escola, onde tocava tuba.

Donna O'Guinn, avó de Madison, contou que Madison era bastante positiva e tratava a todos com muita gentileza [VIDEO]. Durante sua entrevista , ela também revelou como encontraram o corpo da adolescente.

"Havia uma marca de queimadura em sua mão, provavelmente a mão com que segurou o celular. E isso deixou muito óbvio como tudo aconteceu", disse Donna O'Guinn à TV KCBD.

De acordo com informações da polícia do Novo México, Madison recebeu uma intensa carga elétrica e ao lado do seu corpo estavam seu celular, uma extensão e um cabo de carregador.

Madison tinha se formado recentemente na Terra Vista Middle School, em Lubbock, no Texas. De acordo com a KCDB, estava planejando para se matricular no Ensino Médio em Houston, onde ela pretendia morar com sua família.

Mãe da adolescente faz um apelo nas redes sociais

O Departamento de Polícia de Lovington disse em um comunicado que a equipe médica tomou todas as providências para tentar salvar a jovem assim que chegou ao local do incidente.

Os melhores vídeos do dia

A causa oficial de morte ainda não foi divulgada, embora os sinais iniciais fossem consistentes para assumir que foi um choque elétrico, conforme informado no comunicado do oficial da polícia, David A. Miranda.

A mãe da adolescente tem usado seu perfil no Facebook para divulgar o caso e fazer um apelo a todos os pais e seus filhos para que o que aconteceu com sua filha não ocorra com mais ninguém.

Em uma das imagens é possível ler: "Por favor, permita que a voz dela seja ouvida e proteja e eduque seus filhos sobre os perigos fatais da eletrocussão". Nos comentários da imagem há diversas mensagens de condolências à família da jovem, que está de coração partido.

As pessoas estão comovidas e querem repassar essa mensagem, pois, apesar de ser uma história triste e de final trágico, pode servir como prevenção de potenciais acidentes.