4

Nesta segunda-feira (24), um homem armado com uma motosserra entrou no escritório de uma seguradora localizada na cidade de Schaffhausen, no Norte da Suíça, e atacou cinco pessoas. Segundo a Polícia local, todas as vítimas foras hospitalizadas e pelo menos um dos feridos está em estado grave.

O suspeito de ter realizado a investida foi identificado como sendo Franz Wrousis, de 51 anos de idade. As autoridades revelaram que Wrousis não tem residência fixa e já possuía duas condenações anteriores por delitos envolvendo o uso de armas. Além disso, ele é considerado “agressivo e psicologicamente instável”.

De acordo com a agência francesa de notícias AFP, o ataque, que não está sendo considerado um atentado terrorista, ocorreu por volta das 10h30min (horário local, 5h30min no horário de Brasília).

Peter Sticher, promotor de Justiça da cidade de Schaffhausen, declarou a jornalistas que Wrousis provavelmente teria algum tipo de desavença com a empresa CSS, já que os funcionários da seguradora foram os alvos da agressão.

Esta também é a visão do major da polícia Ravi Landolt, que acrescentou que a investida não visava uma pessoa em particular, contanto que atingisse os funcionários da seguradora.

Procurando pelo criminoso

As autoridades locais foram informadas do ataque cerca de 10 minutos após o início, e prontamente montaram uma operação onde enviaram ambulâncias, oficiais e helicópteros para a cena do crime. Todo o centro histórico de Schaffhausen foi cercado e evacuado, com estabelecimentos comerciais sendo fechados e pedestres sendo removidos das proximidades.

Barricadas foram erguidas por oficiais, mas após as buscas por Franz Wrousis terem se mostrado infrutíferas – e a área ter sido considerada novamente segura –, o fluxo de veículos e pessoas voltou se normalizar.

Em uma tentativa de obter informações sobre o paradeiro do suspeito, a polícia divulgou algumas fotos de Wrousis, onde ele é visto em meio a uma mata fechada.

Alguns moradores locais disseram ao site 20Minuten que viram o criminoso na floresta de Uhwiesen, localizada a cerca de dois quilômetros de onde o ataque ocorreu. As autoridades informaram que localizaram o veículo do infrator – um furgão Volkswagen branco –, mas ele continua foragido.

Uma verdadeira caçada humana a Wrousis está em curso, envolvendo 100 policiais de Schaffhausen, que estão sendo apoiados por forças de segurança provenientes de Zurique e da Alemanha.