Ninguém sabe o que acontece depois da morte. Talvez seja um sono eterno, onde a consciência simplesmente deixa de existir. Ou, quem sabe, continuamos vivos e despertos. Sobre essa questão, há teorias que agradam a ‘gregos e troianos’.

Contudo, devido ao aumento dos ‘caças fantasmas’ da vida real, pessoas que dedicam tempo e dinheiro atrás de supostos espíritos, flagrantes relacionados a alegadas entidades do pós-morte são cada vez mais comuns.

Publicidade
Publicidade

Desta vez, o vídeo do suposto espírito de um sacerdote egípcio, conhecido pelo nome Nesyamun, cujo túmulo está em exposição no Museu da cidade de Leeds (Inglaterra), nos obriga a refletir sobre a possibilidade da continuação da vida, mesmo depois do extermínio do corpo físico.

Captado pelos paranormais Sean Reynolds e Rebecca Palmer, o episódio aconteceu logo após equipamentos destinados a identificar ‘assombrações’ serem acionados.

Publicidade

Eles acendem as luzes toda vez que hipotéticas criaturas do além estão presentes.

Conforme o jornal britânico Express, desta sexta-feira (14), o casal alega filmar a silhueta do sacerdote morto há 3 mil anos, momentos depois dos equipamentos serem acionados. “Todo o equipamento estava ficando louco e isso só acontece se algo desencadeia os alarmes”, diz Reynolds.

Embora os seguidores de ‘Tomé’ (o mais cético dos apóstolos) necessitem de imagens nítidas para, quem sabe, aceitar a ideia de almas vagarem pelo nosso mundo, para os ingleses, a sombra flagrada em movimento é suficiente para sacramentar suas crenças.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Curiosidades

"O topo da sombra estava na forma de um capuz pontiagudo e caminhou direto para o túmulo à direita. É o túmulo de um sacerdote chamado Nesyamun. Eu definitivamente acho que poderia ser o espírito dele”, avalia o pesquisador.

Contudo, durante a gravação, apenas uma silhueta é observada em movimento no chão do lugar.

Porém, antes mesmo dos descrentes afirmarem que ela foi projetada por alguma pessoa, o paranormal reforça não haver mais ninguém no local, além dele e da mulher.

"Para um de nós criar essa sombra, teria que haver luz atrás de nós, mas não havia. E não havia ninguém caminhando atrás de nós. E você pode dizer quando há realmente algo lá, você definitivamente pode sentir isso", destaca.

Segundo os pesquisadores, diversas pessoas já relataram perceber a presença do finado sacerdote vagando pela área.

Publicidade

Eles ainda ressaltam notar a entidade caminhar em direção ao sarcófago.

"Então, nossa primeira visita a um museu que deve ser assombrado por um sacerdote mumificado e conseguimos filmar uma figura sombria que se precipitava para dentro de sua tumba. Foi brilhante”, comemoram.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo