Uma mãe sempre deve proteger seu filho de qualquer mal e de qualquer coisa. Mesmo sabendo que ele é culpado de algum crime, sempre ela vai estar ao seu lado aconteça o que acontecer. Mas este caso aqui foi totalmente diferente, pois, ao invés de proteger o filho, a mãe simplesmente o matou para proteger a nora [VIDEO].

Entenda o caso

Uma mulher foi presa pela Polícia, na terça-feira (15), acusada de ter assassinado um homem na aldeia de Mankhurd, em Mumbai, na Índia. A acusada de ter cometido o crime foi identificada como Anwari Idrisi, de 45 anos. Para a polícia, ela é a principal suspeita de ter matado o próprio filho, identificado como Nadeem Naim, de 25 anos, para proteger a nora das agressões dele.

No entanto, depois de matá-lo, ela ficou ao lado do corpo do jovem até o dia seguinte. Segundo informações da polícia, a suspeita morava junto com os três filhos e as esposas deles, na aldeia de Ambedkar Chawl, Mankhurd.

Porém, há quase dois anos, a vítima estava casado com uma mulher de Allahabad, que desconhecia seu vício em drogas. A esposa da vítima [VIDEO], por não aguentar mais ver o esposo envolvido com drogas, o deixou cinco meses depois do casamento. Conforme relatos de imprensa local, a mãe de Nadeem não queria que a nora fosse embora. Ela também assegurou que na próxima vez que filho a espancasse, ela ia lhe proteger das agressões dele.

A mulher então revolveu voltar a morar com a vítima. Mas o homem não parou de usar drogas como de costume. Na última terça-feira, o jovem voltou para casa em estado de embriaguez.

Percebendo que ele se tornaria violento, a mãe da vítima disse para seus outros filhos e suas respectivas esposas irem dormir na casa do vizinho. Agitado em seu comportamento, Nadeem começou a bater na própria mãe. Uma vez que ele se cansou, Anwari empurrou-o para uma escada de aço. Em seguida, ela amarrou um pano no pescoço do filho e o estrangulou até a morte [VIDEO].

Depois de matar seu filho, a suspeita sentou ao lado de seu corpo durante toda a noite. De acordo com a polícia, por volta das 5h45, quando a esposa da vítima voltou para casa, viu sua sogra chorando ao lado do corpo do filho. A mulher confessou a sua família que ela havia matado o filho para salvar sua nora da tortura. A mulher foi presa e levada para uma delegacia da cidade e vai responder pelo crime conforme o Código Penal Indiano.

O que você pode dizer sobre este incidente? Compartilhe seus pensamentos e opiniões na seção de comentários abaixo.