Terroristas usaram uma van branca para invadir uma calçada e atropelar dezenas de pedestres nesta quinta-feira (17) na região turística de Las Ramblas de Barcelona, no centro da cidade catalã. A Polícia local confirmou que está tratando o caso como um atentado terrorista. Fontes policiais confirmaram ao "El Mundo" que o ataque terrorista em Barcelona fez pelo menos 13 mortos e um número ainda indeterminado de feridos.

De acordo com a imprensa local, o motorista teria fugido a pé. Segundo a emissora TV3, dois homens armados invadiram o restaurante turco Luna de Istambul na parte alta de Las Ramblas após o atentado. Ainda não se sabe se eles fazem pessoas de refém. De acordo com o jornal "La Vanguardia", os autores do ataque teriam alugado uma segunda van com o objetivo de fugir após o atropelamento massivo.

Restaurante onde os suspeitos teriam invadido

De acordo com a agência France Presse, a polícia anunciou por megafone que “um ataque terrorista” estava “confirmado”.

"Acaba de acontecer um atropelamento massivo nas Ramblas, em Barcelona, perpetrado por uma pessoa numa van. Possivelmente vários feridos". A zona foi cortada pelas autoridades e os estabelecimentos comerciais foram evacuados.

Policiais estão esvaziando as proximidades da Praça Catalunya — uma das extremidades da avenida — e estabeleceram um perímetro de 200 metros, segundo correspondente da AFP. Cerca de 80 pessoas estão se acolhendo em uma Igreja que fica próxima ao local do ataque. Também há algumas pessoas se protegendo nos restaurantes que fecharam suas portas.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Polícia Futebol

Local do ataque em Barcelona

Las Ramblas é uma região turística onde está localizada a mais famosa avenida de Barcelona, La Rambla, que cruza a cidade, ligando a famosa Praça Catalunya ao mar. O atropelamento, ocorrido às 17h05m (horário local), num horário de grande movimento, provocou uma grande correria.

O presidente da Generalidade da Catalunha, Carles Puigdemont, pediu "máxima cautela" e recomendou aos habitantes que evitem estar nas ruas devido a este "incidente grave". As estações de metrô perto de Las Ramblas, em Barcelona, foram fechadas por motivo de segurança.

A Espanha subiu nível de alerta para 4 (o nível máximo é 5). Autoridades procuram um homem com 1,70 metros de altura, que vestia uma camisola branca com listas azuis.

Autoridades de Barcelona confirmam oficialmente 1 morto, 32 feridos, 10 em estado grave. "El Mundo" e "Cadena Ser" informam que há 13 mortos.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo