Conforme uma reportagem publicada nesta quinta-feira (20) pelo portal de notícias do jornal britânico The Sun, um homem foi preso e condenado por ter divulgado fotos e vídeos íntimos [VIDEO]da ex-namorada para mais de dez amigos. O acusado de ter cometido o crime foi identificado como Jamie Leitch, de 25 anos.

Para a Polícia, ele é o principal suspeito de ter enviado vídeos íntimos da ex-namorada, identificada como Kelly McGurk, de 29 anos, para terceiros, após ela ter terminado o relacionamento com o acusado. De acordo com o portal, o incidente foi registrado na cidade de Clydebank, na Escócia.

Kelly relatou que resolveu falar sobre o incidente para encorajar outras vítimas a denunciarem os crimes de divulgação de vídeos de sexo como forma de vingança.

Conforme relatos da imprensa local, em 4 de janeiro deste ano, o homem confessou ter enviado imagens sexualmente explícitas da ex-namorada para vários colegas.

Leitch foi condenado a pagar a Kelly uma indenização de 500 libras esterlinas (o equivalente a R$ 2,12 mil) e realizar 250 horas de trabalho voluntário. O acusado também teve o nome incluso no registro de infratores sexuais [VIDEO] por 18 meses.

"Estou encantada com esse resultado, só mostra que nunca menti sobre o que aconteceu comigo. Espero que isso venha talvez como um aviso para outros que considerem fazer isso e encorajar as vítimas a se apresentar e a reportar esse tipo de coisa à polícia”, disse Kelly. Segundo a vítima, o acusado não enviou apenas fotos dela nua, mas também vários vídeos onde ela aparece mantendo relações sexuais com ele.

A jovem disse que jamais imaginou que ele iria fazer isso com ela, pelo fato de o casal ter namorado por mais de quatro anos. "Eu estava com o cara há quatro anos, não pensei que ele faria algo assim”, disse a jovem.

Kelly afirmou que enviou várias fotos íntimas dela para o suspeito durante o tempo em que estavam namorado. Segundo ela, somente fez isso porque foi ameaçada. Caso não enviasse as imagens, Leitch teria dito que terminaria o relacionamento.

‘’Isso não acontece apenas fora de relacionamentos, pode acontecer em um relacionamento confiável. Se isso acontecer com você, não seja intimidada. Não fique assustada com as ameaças pessoais. Vá até a polícia e denuncie”, disse a vítima.

De acordo coma imprensa local, no mês passado entrou em vigor uma nova lei na Escócia para combater o aumento de "vídeos vingativos [VIDEO]". Com a nova lei, qualquer pessoa que divulgar ou ameaçar a divulgar uma foto ou vídeo íntimo será julgado e pode pegar até cinco anos de prisão. Qual a sua opinião sobre esse caso? Você já foi vítima de vídeos por vingança? Deixe seus pensamentos na sessão de comentários abaixo.