A tensão entre a Coreia do Norte e os Estados Unidos aumentou depois que o presidente Donald Trump fez um pronunciamento durante uma reunião da Organização das Nações Unidas (ONU). A organização busca conter o avanço atômico do país norte-coreano, através de sanções econômicas ao regime de Kim Jong-Un.

A pressão que Kim Jong-Un sofre neste momento acontece de todas as partes e incluem vários aliados dos Estados Unidos, além de seus parceiros comerciais como a Rússia a China. Essas sanções fazem com que a tensão entre os países aumentem, sendo que a tensão se agravou mais depois do pronunciamento do presidente norte-americano, que afirmou que poderá destruir o país caso Kim Jong-Un continue a desenvolver o seu armamento bélico.

Tensão entre Coreia do Norte e Estados Unidos aumenta a cada dia

O aumento da tensão entre os países aumenta a preocupação iminente de toda a população mundial com uma guerra entre os territórios que trocam ameaças constantes. Essa pressão aumenta o temor das pessoas que faz com que muitas imaginem que a Coreia do Norte e os Estados Unidos possam se enfrentar nas próximas semanas. Embora esse temor cresça cada vez mais, parece que tudo não passará de ameaça. Pelo menos é isso que algumas pessoas acreditam sobre as sanções e as ameaças proferidas por Donald Trump.

Para alguns historiadores esse fato é bem diferente e tudo que está acontecendo não passará de ameaças, embora Donald trump tenha feito diversas advertências contra o regime de Kim Jong-Un parece que a Coreia do Norte continuará a desenvolver o seu armamento bélico utilizando energia atômica, como a produção da temida bomba atômica de alcance intercontinental, que ainda está em desenvolvimento no país norte-coreano.

A estratégia de sobrevivência do país norte-coreano é continuar os seus, o país destina grande parte da maioria dos seus recursos para a defesa do território norte-coreano.

A tensão criada recentemente também evidencia uma guerra territorial que acontece desde a Segunda Guerra Mundial após a criação das duas coreias, que representam regimes completamente diferentes. Durante vários anos aconteceram diversos conflitos que já deixaram centenas de mortos. De um lado, os Estados Unidos e a Coreia do Sul representam um sistema de poder e economia, junto com o Japão e outros territórios que fazem parte da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), enquanto a Coreia do Norte possui o apoio de repúblicas comunistas como Rússia e China que são consideradas os maiores apoio do regime de Kim Jong-Un.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo