Um caso incrível está surpreendendo as autoridades na Suíça. Aconteceu em três locais diferentes, mas é o mesmo esquema, quando a polícia foi chamada a investigar situações semelhantes em Banheiros diferentes, após estes ficarem entupidos com aquilo que ninguém poderia imaginar. Afinal, quem poderia jogar dinheiro pelo ralo? Pois bem, foi mesmo isso que aconteceu, e a polícia está agora investigando após os vasos estarem entupidos com notas de 500 Euros, ou seja, valor equivalente a R$ 1,9 mil.

Consegue imaginar um banheiro transbordando com dinheiro? Agora, imagine isso em euro. Na Europa, a nota oficial de quase todos os países é o euro.

Curiosamente, a Suíça continuou com sua moeda nacional, o franco.

No entanto, de acordo com o jornal português Correio da Manhã, as notas encontradas foram mesmo de euro e justamente a de maior valor existente no mercado. Nesse caso, eram muitas notas, suficientes para entupirem os vasos dos banheiros.

Seriam maços de cédulas que foram jogadas nos banheiros e que estão deixando a polícia sem entender nada. Na Suíça, estragar dinheiro não é crime, uma situação que se verifica em vários outros países. Como a moeda é considerado público, a sua destruição pode ser considerada como crime em vários países, o que até faz algum sentido.

No entanto, quando isso se verifica, geralmente, as pessoas são imputadas em outro tipo de situação ao invés de cadeia, e acabam sendo internadas para fazer tratamento psicológico.

Os melhores vídeos do dia

Afinal, é difícil de imaginar quem poderia jogar dinheiro fora estando no seu perfeito juízo.

Porém, na Suíça, isso nem é crime, mas a polícia está investigando por considerar isso como muito estranho. Ainda mais porque o caso está se repetindo com frequência. Recentemente, aconteceram casos iguais, deixando as autoridades mais curiosas sobre essa situação bem rara. Dessa vez, aconteceu em banheiros públicos de três bairros diferentes, e a polícia desconfia de que alguém está escondendo algum crim. Isso seria uma forma de fugir das autoridades.

Já foram encontrados milhares de euros em banheiros de três restaurantes e de um banco, disse o procurador-geral local, Henri Della Casa. A polícia já teria identificado uma suspeita. Trata-se de uma mulher espanhola, que teria o dinheiro em um cofre de Genebra, na Suíça, e que teria feito saques pela primeira vez em vários anos. A desconfiança da polícia acontece porque o dinheiro encontra na primeira vez foi próximo do banco, onde existem vários locais para retirar dinheiro.

Após o primeiro caso, também nas proximidades, foram encontradas mais notas em banheiros de restaurantes. Além de toda a estranheza, a ação está causando vários prejuízos para desentupir os canos, porque o dinheiro é bem resistente e não se destrói facilmente com a passagem na água.