Desde a fundação, em 1626, a prisão Shepton Mallet, em Somerset (Inglaterra [VIDEO]), foi palco de centenas de execuções. Elas aconteceram até 1945, quando a pena capital foi suspensa.

Com fama de mal-assombrada [VIDEO] devido as constantes mortes, a prisão, avaliada como a mais antiga em atividade no país desde então, foi fechada em 2013.

Porém, administradores da Shepton Mallet, cientes da crescente moda dos caçadores de fantasmas – pessoas que vagam à procura de espíritos e demais atividades sobrenaturais -, resolveram abrir as portas em uma data emblemática para os supersticiosos: na sexta-feira 13, em outubro.

De acordo com o jornal britânico The Sun, os destemidos, que terão de pagar uma taxa de inscrição para passar a noite no lugar, viverão a rotina dos prisioneiros por um dia. Por exemplo, a principal alimentação será o mingau, servido no café da manhã e no jantar. Vale lembrar que eles estarão enclausurados nas celas.

No entanto, a ‘magia’ acontece mesmo ao escurecer. A partir daí eles serão soltos para explorar os ambientes da penitenciária.

Paul Tool, organizador do macabro evento, ressalta que a experiência será memorável para os interessados em passar uma noite na prisão.O inglês destaca outra peculiaridade do local.Diz que desde o fechamento ele permaneceu inalterado.

Os melhores vídeos do dia

Tool, que frequentou a Shepton Mallet, ainda revela que não acreditava em assombrações até conhecer a instalação. Ele recorda presenciar situações inexplicáveis até mesmo durante o dia.

“Antes de trabalhar aqui, eu estava cético com os espíritos, mas eu vi e presenciei coisas verdadeiramente aterrorizantes ao levar as pessoas a passear durante o dia - não consigo imaginar quão aterrorizante será à noite”, fala ao Bristol Post.

Se depender do entusiasmo do organizador, os caçadores de fantasmas e os visitantes curiosos terão muitas histórias pra contar.

“Estou plenamente confiante de que há espíritos de ex-prisioneiros que foram executados aqui, então esta turnê durante a noite definitivamente não é para os fracos", destaca.

Na Segunda Guerra Mundial (1939 a 1945) a Shepton Mallet foi usada como prisão militar pelas Forças Armadas britânicas e dos Estados Unidos. Além disso, 18 soldados norte-americanos foram executados na penitenciária entre 1943 e 1945.

Se você, leitor, acompanha este artigo do Reino Unido e tem interesse em participar, basta acessar o link a seguir e fazer a inscrição. Boa sorte. https://www.jailhousetours.com/