A eleição na Rússia será no mês de março de 2018, já o mandato do atual presidente russo vai até 07 de maio de 2018, porém, o ousado atual Presidente da Rússia já está em campanha para continuar a liderar a Rússia. Eleito duas vezes, será sua terceira participação no pleito.

Recentemente, Putin realizou trabalhos nas escolas de nível fundamental da Rússia. A ideia é apoiar projetos educacionais que envolvam os jovens com a internet. Segundo o correspondente na Rússia do Jornal Le Figaro (francês), o presidente aproveitou o retorno as aulas para tentar impedir que as sirenes da oposição conquistem a juventude.

Putin é um líder nato, sucessivo, constante, discreto, dedicado, ágil e principalmente, carrega no seu extenso currículo uma vasta experiência militar.

Já está no poder há 17 anos e sabe muito bem se deslocar a frente de um avanço da oposição. É o que Putin faz quando se movimenta ao encontro da juventude que admite ideias novas, que busca contestar e até mesmo inovar.

A juventude russa tem sido a linha de frente de uma suposta oposição ao governo russo e tudo nasce da internet, dos grupos, dos debates virtuais, da formação de novas amizades e da criatividade.

O pessoal mais jovem da Rússia prefere a rede social Vkontakte. Putin e sua assessoria estão cientes deste meio tão importante para a comunicação e logo no início das aulas, dedicou aos jovens visionárias inovações no mundo da internet. Por meio destas redes sociais muitos eventos são marcados, encontros, científicos, políticos e religiosos, o que constituem um importante instrumento para que estes jovens divulguem seus ideais.

Os melhores vídeos do dia

A oposição na Rússia é hoje uma das partes mais difíceis devido à propaganda em massa e à repressão de manifestações populares que necessitam de autorização governamental para que ocorram. O governo russo tem o potencial de reprimir qualquer tentativa de oposição em mínima escala interna e inclusive externa.

Putin sabe que se conseguir fortalecer sua candidatura entre os jovens terá sucesso em seus planos para as Eleições de março de 2018. Inobstante haver uma parcela de oposição ainda mínima, parece que a opinião dos jovens para o país é valiosa e promete ter significado na elaboração dos planos de governo de Putin.

Em se tratando da atuação política da Rússia no mundo há uma postura muito estratégica de Putin que sabe posicionar suas missões mesmo em democracias fortalecidas como é o caso dos Estados Unidos.

A cópia no Brasil?

Coincidência ou não, a atuação de Putin é muito semelhante com o lançamento do Programa Brasil mais Jovem pelo governo Temer, um programa que atinge aproximadamente 51 milhões de jovens no Brasil. Será que Temer estaria utilizando, em tese, o governo de Putin como paradigma? Sabemos que Temer teve que assumir o Brasil sem um plano de governo e as pressas, seria possível que sua assessoria próxima estaria buscando na pessoa de um dos mais influentes líderes mundiais a formula pronta de governo?