A cada dia os ataques terroristas se tornam mais frequentes, principalmente na Europa e na América do Norte. A população vive assustada com a forma alarmante de como esses eventos crescem, e só esse ano já foram registrados muitos ataques cada um mais violento que o outro. Dessa vez o alvo foi o Estados Unidos.

Durante um show que estava acontecendo na cidade de Las Vegas, um homem armado se aproveitando que havia muitas pessoas aglomeradas, abriu fogo contra a multidão e efetuou vários disparos. O que era para ser um show de alegria, durante a madrugada desta segunda-feira (2), se transformou em um filme de terror com cenas horripilantes.

Os participantes do show tornaram-se vítimas de um tiroteio terrível. O terrorista que foi identificado como Stephen Paddock. O homem estava hospedado em um hotel que tinha a vista privilegiada de onde as pessoas curtiam o show. Stephen resolveu atirar da sacada do seu quarto e atirou contra a multidão ferindo aproximadamente 400 pessoas e deixando até o momento 59 mortos. Infelizmente, devido ao grande número de pessoas feridas, o número de vítimas fatais pode aumentar.

Em nota, autoridades norte-americanas informaram que o atirador foi achado morto em seu quarto de hotel. Que provavelmente, logo após efetuar os disparos, ele cometeu suicídio. Até o momento, nenhum grupo terrorista assumiu a responsabilidades da chacina. Mas o que se sabe é que esse foi o tiroteio com maior número de pessoas vitimadas da história dos Estados Unidos.

Os melhores vídeos do dia

As autoridades trabalham forte para tentar prestar socorro às pessoas feridas e afirmaram que o homem estava hospedado no 32º andar do hotel.

Um jovem brasileiro que participava do show contou para um site de notícias que quase foi mais uma vítima. Nicholas Micaloski, de 24 anos, só não estava no meio da multidão porque não conseguiu comprar um ingresso. "Estava próximo ao show, acho que uns 20 minutos a pé. Foi quando soube o que estava acontecendo no Mandala Bay. As pessoas falavam que poderia existir mais um atirador à solta. Avistei vários policiais fortemente armados invadindo um hotel então resolvi correr para um local mais seguro.

Imagens circulam na rede

Em um vídeo que já circula nas redes sociais, podemos ver o desespero das pessoas que estavam no evento. Tudo corria normalmente no show até que começaram os disparos. Algumas pessoas achavam que se tratava de fogos de artifício. Mas logo se pode ver várias pessoas sendo atingidas e caindo no chão. Enquanto algumas tentavam se levantar outras não se mexiam e pareciam estar mortas.